O Portal do Norte do Paraná
Paraná

Cambé investiu mais de 30% dos recursos próprios em saúde em 2023, o dobro da determinação legal

O ano de 2023 foi mais um com aumento nos investimentos em saúde em Cambé. Ao todo, a Prefeitura destinou mais de R$ 115 milhões ao setor, cerca de 30% dos recursos próprios municipais, com acréscimos no quadro de funcionários e também de atendimentos da rede. A cidade ainda foi a sétima no estado com mais consultas médicas na atenção primária realizadas por habitante no ano.

De acordo com dados da Secretaria Municipal de Saúde Pública, através do relatório detalhado de cada quadrimestre, em 2022 a Prefeitura investiu R$ 105.030.198,30 em saúde, 29% dos recursos próprios aplicados. Já em 2023, o investimento foi de R$ 115.979.044,89, 30,46% dos recursos próprios aplicados. A Lei Complementar nº 141, de 13 de janeiro de 2012, estabelece que os municípios devem aplicar obrigatoriamente pelo menos 15% dos recursos próprios na Saúde, e Cambé já vem investindo mais do que o dobro do que é determinado.

Aumento no quadro de servidores

O investimento também reflete no quadro de funcionários. Na atual gestão, a Prefeitura promoveu a contratação de mais 144 servidores para a área da Saúde e, só em 2024, ampliou a demanda na Atenção Especializada na UPA, 24 Horas, Policlínica, CAPS e Reabilita com a admissão de 60 profissionais terceirizados de diversas áreas como médicos especialistas, técnicos de enfermagem, enfermeiros e técnicos de raio-X.

Desde 2021, o município saltou de 430 para 501 servidores na saúde e aumentando categorias profissionais de atenção básica, enfermeiros, laboratórios, saúde bucal, médicos e equipe multiprofissional de outras áreas de 375 para 459, criando vínculo com a sociedade e ampliando a demanda de serviços ofertados.

Hoje, a Atenção Básica de Saúde conta com agentes comunitários de saúde, administrativos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, auxiliares de enfermagem, motoristas, auxiliares de serviços gerais, farmacêuticos bioquímico, técnicos de laboratório, auxiliares de laboratório, dentistas, técnicos em saúde bucal, auxiliares saúde bucal, clínicos geral, ginecologistas, pediatras, médico do Serviço de Atendimento Domiciliar, assistente social, educadores físico, fonoaudiólogos, nutricionistas, psicólogos e fisioterapeuta.

7º município no estado com mais consultas médicas

Mais investimento também significa uma maior disponibilidade de consultas. Conforme o Sistema de Informações Ambulatoriais do SUS do Ministério da Saúde, Cambé foi o 7º município do Paraná com mais consultas médicas na atenção primária realizadas por habitante em 2023 com 1,16, ficando atrás apenas de Pinhas (1,49), Arapongas (1,41), Cascavel (1,41), Maringá (1,38), Colombo (1,36) e Araucária (1,22); e ficando à frente de cidades como Curitiba (1,08).

Ao todo, em 2023, Cambé registrou 1.565.435 procedimentos nas Unidades Básicas de Saúde – 250 mil a mais do que em 2022; 697.387 atendimentos na Unidade de Pronto Atendimento (UPA); e 314.097 na Unidade de Saúde Unidade de Saúde Maria Anideje 24 Horas.

O prefeito Conrado Scheller explicou que a Prefeitura não vem medindo esforços para melhorar e ampliar o serviço de saúde no município, com investimentos em pessoal e obras, como reformas e construções de UBS, e o novo Centro de Especialidades Odontológicas. “Já contratamos 144 profissionais para a Saúde, construímos Postos de Saúde, reformamos alguns, gastamos R$ 1,5 milhão por mês na UPA para atender 13 mil pessoas por mês e esse ano a previsão é que o investimento seja de 50% a mais do que a Lei determina. Mas também esperamos a conscientização de outras esferas, como o Governo Federal, de investir o percentual necessário para que não fique só como responsabilidade do município essa atribuição e a população não sofra”, pontuou Scheller.

Adriane Bertan, secretária de Saúde, celebrou o índice que coloca Cambé como 7ª no estado com mais consultas na Atenção Básica, fruto de um trabalho especial que vem sendo realizado. “Os dados de 2023 nos mostram que a Atenção Básica cumpre o papel de ordenadora do cuidado como principal porta de entrada da rede, e os programas de estão consolidados. Houve um avanço na informatização das UBS com a implantação do Prontuário Eletrônico, e a utilização dos tablets pelos Agentes Comunitários de Saúde refletindo gradualmente nos resultados dos indicadores, principalmente aqueles relacionados ao programa do Ministério da Saúde. O principal impacto na oferta de atendimentos se deu com o reforço da equipe por meio da contratação de médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, psicólogos e farmacêuticos bioquímicos, influenciando diretamente nos resultados dos indicadores e no aumento dos atendimentos realizados em 2023. O sentimento é de gratidão e a certeza do cumprimento do papel da Atenção Básica na assistência prestada à população cambeense”, expressou.

A diretora de planejamento da Secretaria de Saúde, Talita Bengozi, também salienta que o aumento dos procedimentos e feitos conquistados também é reflexo dos investimentos em Atenção Básica. “A gente precisa frisar bastante que a porta de entrada dos serviços do SUS são os serviços de Atenção Básica. A porta de entrada do paciente, do usuário, são as UBS, e é ali que o paciente vai conseguir ter o seu diagnóstico, seu tratamento, seu encaminhamento para alta especialidade, vínculo com o funcionário, vínculo com a equipe e vai ter até 80% dos seus problemas de saúde resolvidos. Por isso que a Atenção Básica tem que ser fortalecida. Se o paciente tem uma unha encravada ou um câncer raro, é dentro da Atenção Básica que ele vai ter acesso a esses serviços. E a gestão municipal hoje tem total entendimento disso e tem cada dia mais fortalecido a Atenção Básica, investido cada vez mais recursos. Então, o que a gente precisa tentar sensibilizar a população é que a UPA e os Pronto Atendimentos são serviços para tirar a sua dor, doenças agudas, mas o tratamento e encaminhamentos acontecem na Atenção Básica. E o reflexo está aí, temos visto as ações, as consultas, o número de procedimentos aumentando no município.”

MAIS INFORMAÇÕES NA RÁDIO FM 107.1

Informações da assessoria de imprensa

Postagens relacionadas

Familiares fazem protesto após um ano do acidente que vitimou amigos em Londrina

Prazo para doar brinquedos e peças de vestuário no Natal Solidário termina nesta quarta

Boletim registra 106 novos casos de dengue em uma semana no Paraná

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia mais