O Portal do Norte do Paraná
Paraná

Atenção no trânsito: Paraná sedia abertura internacional do Maio Amarelo 2024

Mais de 700 pessoas se reuniram nesta segunda-feira (6) em Foz do Iguaçu para a cerimônia de abertura internacional do Maio Amarelo 2024, movimento em prol da conscientização sobre segurança no trânsito e redução dos sinistros nas estradas e vias urbanas. A solenidade ocorreu durante o 4º Seminário de Mobilidade Humana Segura e Sustentável, promovido pelo Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV), em parceria com o Departamento de Trânsito do Paraná (Detran-PR).

Este evento continua nesta terça (7) com a participação de representantes do Brasil, Paraguai, Argentina, Uruguai, Espanha, Bolívia e Portugal para debater temas sobre a segurança viária. A abertura não ocorreria no Brasil há 11 anos.Simultaneamente, na terça, ocorre o 2° Seminário Estadual de Trânsito do Paraná, promovido Polícia Militar do Paraná. Será um fórum para compartilhar práticas, experiências e estratégias voltadas para a redução de sinistros e fatalidades no trânsito e busca reunir especialistas, autoridades, organizações e o público em geral para discutir e promover a conscientização sobre a segurança viária e mobilidade urbana sustentável.O tema nacional da Campanha Maio Amarelo 2024 é “Paz no trânsito começa por você”, que envolve condutores, ciclistas e pedestres. No Paraná, a campanha estadual, lançada no domingo (5) pelo Detran-PR, tem como mote “No trânsito, qual é o seu rolê?”, que traz a mensagem de que cada um pode fazer a diferença nas ruas e nas estradas.“Estamos realizando a primeira abertura internacional do Maio Amarelo no Brasil, com países participando de debates e ações concretas. É um evento importante para sintonizarmos as ações de segurança viária envolvendo a atenção de toda sociedade”, disse o diretor-presidente do Detran-PR, Adriano Furtado

EDUCAÇÃO PARA O TRÂNSITO – A Escola Pública de Trânsito do Detran-PR está promovendo diferentes ações de educação no 4° Seminário de Mobilidade Humana Segura e Sustentável e atividades por todo o Paraná. O objetivo de destacar a importância de um comportamento seguro no trânsito.Entre elas, para maiores de 18 anos, é utilizado um carro que simula um capotamento. Há também orientações sobre o Detranzinho, em que crianças vivenciam um ambiente de trânsito fundamentado nos conceitos do Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito (Pnatrans) e no Visão Zero, conceito de que a perda de vidas no trânsito não é aceitável e que todas as mortes e lesões graves são evitáveis por meio de ações e medidas apropriadas.MAIO AMARELO – Maio foi escolhido para concentrar as ações de atenção no trânsito porque foi neste mês, em 2011, que a ONU propôs a Década de Ação para Segurança no Trânsito, visando conscientizar a sociedade sobre os altos índices de acidentes em ruas, estradas e rodovias.Desde então, cidades do mundo todo promovem campanhas para incentivar técnicas de direção defensiva, o respeito ao próximo e às normas de trânsito. No Brasil, as campanhas acontecem desde 2014, sendo esta a décima edição do movimento, que conta com o apoio de órgãos públicos, empresas privadas e da sociedade em geral.O amarelo simboliza a atenção no trânsito e foi definida também por ser uma cor de advertência. Em 2020, a ONU estabeleceu o período entre 2021 e 2030 como a Segunda Década de Ação pela Segurança no Trânsito, com a meta de reduzir em 50% as lesões e mortes no trânsito no mundo.

PRESENÇAS – Estiveram presentes no evento o tenente-coronel Omar Bail, comandante do Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran); o comandante de Policiamento Especializado da Polícia Militar do Paraná, coronel Emídio Angelotti; o tenente-coronel Marcos Antônio Jahnke, secretário da Segurança Pública de Foz do Iguaçu; o superintendente da Polícia Rodoviária Federal no Paraná, Fernando Oliveira; o tenente-coronel Alexsandro Rodrigo Rosinksi Lima, do Batalhão de Polícia Rodoviária do Paraná; a superintendente de Trânsito da Prefeitura de Curitiba, Rosangela Maria Battistella; a diretora de Segurança no Trânsito da Secretaria Nacional de Trânsito, Maria Alice Nascimento Souza; representando Portugal, Alan Areal, presidente da Prevenção Rodoviária Portuguesa; representando a Espanha, José Antonio Mérida Fernandez, chefe Provincial da Direção Geral de Tráfego; representando a Argentina, Fabian Ponz, presidente Observatório Viário Latino-Americano; e representando o Paraguai, Luis Chris Jacobs, diretor executivo da Agência Nacional de Trânsito e Segurança Viária, entre outras autoridades.

MAIS INFORMAÇÕES NA RÁDIO FM 107.1

Postagens relacionadas

Sérgio Moro diz que Lula divulgou ‘desinformação grave’

Vestibular 2025 da UEL será realizado nos dias 17 e 18 de novembro

Cobra News (User)

Ações com cães policiais da PCPR apreenderam 10,3 toneladas de drogas em 2022

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia mais