A Notícia Certa!

Home  ›  Notícias  ›  Paraná  ›  Após confusão na Alep, votação da Previdência Estadual será na Ópera de Arame

Após confusão na Alep, votação da Previdência Estadual será na Ópera de Arame

Publicado em: 4 dez 2019

Curta nossa página no Facebook e fique por dentro dos fatos que acontecem em todo Paraná.

Após a confusão ontem (3) à tarde na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) durante a votação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) da Previdência Estadual, o presidente da Casa, Ademar Traiano (PSDB), decidiu transferir o local de votação para a Ópera de Arame, em Curitiba.

Ontem à noite, Traiano solicitou à Justiça a reintegração de posse para que os servidores que ocuparam a Alep deixassem o local. Eles passaram a noite na galeria e, de acordo com o presidente, concordaram em deixar o local na manhã desta quarta-feira (4), acatando à liminar da Justiça, o que não aconteceu.

Na manhã de hoje, Traiano afirmou em coletiva de imprensa que a sessão foi transferida para a Ópera de Arame no intuito de preservar a integridade física dos deputados estaduais. A sessão começa às 14h30 e será fechada, mas poderá ser acompanhada pela imprensa.

“Estamos muito convictos de que a votação tem que acontecer, mas nós não queremos confrontos, jamais, nem agressão a quem quer que seja. Estamos usando de toda calma necessária, a segurança dos senhores deputados, para que possamos iniciar o processo de votação em horário regimental”, afirma Traiano.

Segundo o presidente da Assembleia, a PEC será votada integralmente e se necessário o horário será estendido, em função do regime de urgência, já que se trata de uma decisão de interesse público. “Nós votaremos a PEC em primeira discussão, em segunda discussão e em redação final hoje”.

Traiano também relatou, durante a coletiva, que a PEC é cópia fiel da federal, com algumas modificações feitas pelo relator por sugestões tanto de deputados da base como de oposição e, segundo ele, protege servidores e apresenta mudanças benéficas à Polícia Civil.

Em relação à decisão judicial para que os servidores desocupem a Alep, o presidente afirmou que a força policial, apesar de ter sido liberada pela Justiça, não será utilizada. “Espero que eles (os servidores) tenham a compreensão porque além da decisão, há aplicação de multa e eles poderão ser responsabilizados financeiramente. Eu espero que desocupem pacificamente e respeitem a decisão da justiça.”

Um esquema de segurança foi montado desde a madrugada pela Polícia Militar para isolar os arredores da Ópera de Arame. O trânsito está bloqueado na Rua João Gava, entre Mateus Leme e Nilo Peçanha.

A greve dos professores e funcionários da rede estadual de ensino do Paraná já segue pelo terceiro dia e os servidores continuam nas galerias da Alep. Eles romperam o cordão de isolamento pela Polícia Militar (PM), ontem (3), e ocuparam a galeria do espaço. Com isso, a sessão foi interrompida por Ademar Traiano.

Da redação

Foto: Denilson Beltrame/RPC

Outras informações na programação da Rádio Cultura AM 930

APOIO

SOBRE

No Portal Cobra News você acompanha as últimas notícias do Paraná, do Brasil e do mundo. Só aqui você encontra informação com credibilidade sobre cultura, política, educação, policial, variedades e muito mais.

Cobra News, a notícia certa!

Sistema Cobra de Comunicação:

NOTÍCIAS

CLUBE DE OFERTAS

FALE CONOSCO

Preencha o formuário abaixo para falar com nossa equipe. Ou se preferir envie sua mensagem via WhatsApp para o número: (43) 99924-1071




© 2020 Cobra News - Todos os direitos reservados.