O Portal do Norte do Paraná
Comunidade

Alto índice de infestação do Aedes coloca Rolândia em alerta

O LIRAa apontou um índice de 4,9%, bem acima da taxa recomendada pela OMS, correspondente a 1%

 

O quinto Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa) – feito entre os dias 14 e 17 de janeiro – apontou que Rolândia está em uma situação de alto risco de infestação do mosquito da dengue. Os dados apurados mostram o resultado de 4,9%, um número alto segundo o referencial da Organização Mundial da Saúde (OMS), que preconiza um índice de até 1% como aceitável.

O LIRAa foi realizado pela Secretaria Municipal de Saúde e os criadouros de larvas do Aedes encontrados com maior frequência foram os vasos e pratinhos de plantas. Os jardins Campo Belo, Água Verde e Costa do Sol foram os locais que apresentaram maior índice.

Por causa do número alto, as ações para combater o mosquito foram intensificadas nesses bairros e em outros locais cujos índices também são preocupantes. A Secretaria está promovendo atividades educativas em saúde e remoção de criadouros em imóveis.

A Secretaria de Saúde reforça a importância do engajamento da população no combate ao Aedes aegypti, que é transmissor da dengue, zika e chikungunya. Os moradores precisam manter os quintais limpos e eliminar qualquer objeto que possa acumular água.

Calhas, marquises e ralos devem ser limpos frequentemente. Outra recomendação importante é colocar areia nos pratinhos de plantas. Locais de armazenamento de água devem permanecer sempre tampados/telados e devem ser limpos semanalmente com bucha e sabão.

Foto: Divulgação

 

Outras informações na programação da Rádio Cultura AM 930

Postagens relacionadas

Moradora de Rolândia procura por tio em Londrina

Campanha irá ajudar Casa de Apoio Amigos do HU

Educação de Rolândia comunica início do ano letivo

Cobra News (User)

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia mais