O Portal do Norte do Paraná
Paraná

Professora é afastada suspeita de colar a boca de crianças com fita adesiva no Paraná

Uma professora da rede municipal de ensino de Matinhos, no litoral do Paraná, foi afastada suspeita de colar a boca de crianças com fita adesiva para mantê-las em silêncio.

De acordo com a Polícia Civil (PC-PR), em boletim de ocorrência registrado pela mãe de uma das crianças, pelo menos cinco alunos da mesma classe, com idades em torno de 6 anos, contaram aos pais que tiveram suas bocas coladas com a fita “por estarem conversando”.

De acordo com a denúncia, o caso aconteceu no dia 21 de fevereiro. Segundo uma mãe, que prefere não se identificar, naquele dia estava chovendo e a escola autorizou buscar os filhos na porta da sala de aula.

Ainda conforme a mulher, quando encontrou o filho, ele estava com uma fita colada no braço.

A polícia informou que ouviu sete pessoas e realizou um termo circunstanciado que foi encaminhado à Justiça.

O secretário de educação, Mario Braga, disse que, após a denúncia dos pais, instruiu para que eles fossem até o prédio da prefeitura de Matinhos, no setor de ouvidoria, para formalizar a denúncia.

Ele disse que também ouviram a versão da professora.

Depois, em nota, a Secretaria de Educação de Matinhos informou que afastou a professora e instaurou um processo administrativo para apurar os fatos. Disse ainda que não compactua com nenhuma forma de violência.

Em nota, o Ministério Público do Paraná (MP-PR) disse que, diante da denúncia, abriu um Procedimento Administrativo, na 1ª Promotoria de Justiça, para apurar a conduta da professora, bem como identificar se estão sendo tomadas medidas para apurar a eventual responsabilização administrativa e criminal. O caso tramita em sigilo.

“A rede de proteção à criança e adolescente também será articulada, com a finalidade de prestar atendimento adequado aos alunos envolvidos, zelando pelo seu bem-estar, respeito aos seus direitos, e, principalmente, visando que sejam adotadas providências para que situações semelhantes não voltem a ocorrer”, afirmou o órgão.

Com informações:G1

MAIS INFORMAÇÕES NA RÁDIO COBRA FM 107.1

Postagens relacionadas

Confirmado o quarto caso de coronavírus em Rolândia

DER/PR realiza pregão eletrônico para contratar serviço de guinchos para o Anel de Integração

Cobra News (User)

Primavera no Paraná deve ser quente e com chuvas abaixo da média, dizem institutos de meteorologia

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia mais