O Portal do Norte do Paraná
Paraná

Mulher presa suspeita de matar filho teria asfixiado outros dois recém-nascidos

Em Araruna, no noroeste do Paraná, surgiu um caso alarmante envolvendo uma mulher detida sob suspeita de ter causado a morte de seu filho recém-nascido de apenas três dias. A situação agora levanta a possibilidade de ser considerada um caso de assassinato em série, conforme afirmou a delegada Karoliny Marques. No segundo interrogatório, a mulher admitiu ter tirado a vida de mais dois filhos recém-nascidos da mesma maneira em 2013 e 2016.

As autoridades policiais estão prosseguindo com as investigações para determinar se a mulher se enquadra no perfil de uma assassina em série, considerando o padrão de mortes semelhantes. Ela permanece sob custódia. Segundo a delegada, a mulher alegou que agia movida pelo desespero e que optava por não entregar as crianças para adoção para não deixar vestígios.

A mulher ocultou sua gravidez de seu atual marido, sendo que as outras mortes teriam ocorrido com filhos de relacionamentos anteriores. Ela confessou ter asfixiado o filho e escondido o corpo em um banheiro em construção.

Atualização: O advogado de defesa, Pedro Camargo, contestou a capacidade mental da mulher para confessar os crimes e afirmou que pretende solicitar intervenção médica em seu favor.

MAIS INFORMAÇÕES NA RÁDIO COBRA FM 107.1

Postagens relacionadas

Salário mínimo regional do Paraná segue como o maior do País

Paraná tem 47 cidades entre as melhores para se envelhecer no Brasil

Aplicativo Menor Preço é aliado para economizar nas compras de Páscoa

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia mais