O Portal do Norte do Paraná
Brasil

Governo decreta estado de calamidade pública em Brumadinho

O presidente Jair Bolsonaro afirmou que o governo federal disponibilizou recursos financeiros, humanos e tecnológicos ao estado de Minas Gerais.

O presidente esteve na manhã deste sábado (26) em Minas, sobrevoou a região de Brumadinho (MG) atingida pelo rompimento de uma barragem de rejeitos da Vale. Em Belo Horizonte, teve uma reunião com ministros e com o governador mineiro, Romeu Zema.

Apesar de a nota falar em recursos financeiros, a assessoria de imprensa não soube informar qual foi a ajuda oferecida ao estado.

Sem dar detalhes, Bolsonaro disse que Israel vai oferecer tecnologia para auxílio das buscas em Minas. Ele conversou por telefone com o primeiro-ministro israelense, Binyamin Netanyahu.

 

Bolsonaro diz que governo vai oferecer recursos humanos, financeiros e tecnológicos para ajudar MG
Ao menos 11 pessoas morreram e o número de desaparecidos é superior a 300 segundo informações de autoridades de Minas Gerais.

Calamidade pública

O governo federal também reconheceu estado de calamidade pública do município de Brumadinho (MG) após o desastre causado pelo rompimento de uma barragem de rejeitos da mineradora Vale.

Este é o primeiro passo para que o governo federal possa facilitar a liberação e recursos para o município.

Com reconhecimentos como este, feito por meio de uma portaria publicada em edição extra do Diário Oficial da União, o governo federal poderá facilitar o acesso de moradores do município a programas e benefícios como Bolsa Família, FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço).

O ministro da Cidadania, Osmar Terra, está em reunião e pode anunciar medidas da pasta para aliviar as dificuldades vividas pelos que foram atingidos pelo desastre.

Confira a íntegra da nota:

Estive, nesta manhã, na região de Brumadinho, em Minas Gerais, atingida tragicamente pelo rompimento da barragem da Vale S.A.

Sobrevoei a área, verifiquei a extensão dos danos e confesso minha tristeza, principalmente pela perda lamentável de vidas humanas.

Acompanhei, juntamente com o Governador Romeu Zema, a avaliação das equipes dos órgãos governamentais e determinei que o Governo Federal proporcione total suporte à população vitimada por esse desastre.

Disponibilizaremos recursos humanos, financeiros e tecnológicos para apoiar o Estado de Minas Gerais.

Paralelamente, adotaremos todas as medidas necessárias para que tragédias como essa não se repitam e não fiquem impunes.

Foi oferecido e aceitamos, por parte do 1º Ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, ajuda na busca de desaparecidos.

Presidente Jair Bolsonaro.

(Via Paraná Portal)

Postagens relacionadas

Brasil tem 38.497 mortes por coronavírus, revela consórcio de veículos de imprensa; são 1.185 nas últimas 24 horas

ANS atualiza regras para alteração de hospitais nos planos de saúde

Cobra News (User)

Pai mata filho de três anos com facada por ciúmes da esposa

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia mais