O Portal do Norte do Paraná
Paraná

Boletim semanal da dengue tem 12.637 novos casos e sete óbitos

O boletim semanal da dengue publicado nesta terça-feira (27) pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) registra 12.637 novos casos da doença e mais sete mortes, somando agora 23 óbitos neste período epidemiológico, iniciado em julho de 2023. O documento totaliza 58.567 diagnósticos confirmados no Paraná. É o maior número de casos em um boletim do atual período epidemiológico.

Os óbitos ocorreram entre os dias 12 de janeiro e 14 de fevereiro, em seis municípios do Estado pertencentes a 1ª, 8ª, 10ª e 14ª Regionais de Saúde (Paranaguá, Francisco Beltrão, Cascavel e Paranavaí). Duas mortes foram em Antonina (1ª RS), um homem de 57 anos e uma mulher de 49 anos, ambos sem comorbidades; uma em Dois Vizinhos (8ª RS), um homem de 72 anos, com comorbidades; e uma em Paranavaí (14ª RS), um homem de 92 anos, também com comorbidade.

Na 10ª Regional de Cascavel foram registrados três óbitos, todos de mulheres, sem comorbidades, com idades entre 29 e 82 anos, que residiam nos municípios de Capitão Leônidas Marques, Quedas do Iguaçu e Cascavel.

Os dados acumulados desde 30 de julho totalizam 155.500 notificações de dengue, sendo 25.393 na última semana. Há ainda, 37.436 casos em investigação e os descartados somam 53.519. Em comparação ao boletim anterior, houve um aumento de 19,52% nas notificações e 27,51% de novos casos confirmados, o que reforça a importância do engajamento da população na luta contra o mosquito.

As 22 Regionais de Saúde possuem casos confirmados, sendo as maiores incidências na 16ª RS de Apucarana (13.019), 10ª RS de Cascavel (6.555), 17ª RS de Londrina (5.138), 15ª RS de Maringá (4.998) e 14ª RS de Paranavaí (4.736). Dos 399 municípios do Estado, 352 possuem casos confirmados. Apucarana, com 8.991 casos, Londrina, com 4.057 casos, e Maringá, com 2.780, têm o maior número de confirmações, seguidos por Paranavaí (2.346), Ivaiporã (2.173) e Cascavel (2.023).

ZIKA e CHIKUNGUNYA – O mosquito Aedes aegypti também é responsável pela transmissão, além da dengue, da zika e chikungunya. Durante este período epidemiológico não houve confirmação de casos de zika, com 71 notificações e nenhum óbito confirmado.

O novo boletim confirmou ainda cinco novos casos de chikungunya e também sem mortes em decorrência da doença. Desde o início do período sazonal foram registradas 618 notificações e 68 casos.

AÇÃO DE CONTROLE – Representantes da Sesa, Defesa Civil, de outras secretarias estaduais e órgãos parceiros realizarão nesta quarta-feira (28) uma reunião do comitê intersetorial de controle da dengue. Serão discutidos a situação epidemiológica da dengue no Paraná, as ações no combate ao mosquito e, ainda, os esclarecimentos pertinentes ao assunto. Os municípios que já receberam a vacina na semana passada também já iniciaram a imunização do público-alvo.

MAIS INFORMAÇÕES NA RÁDIO COBRA FM 107.1

Postagens relacionadas

Força-tarefa encontra irregularidades em 181 dos 300 postos de combustíveis fiscalizados no Paraná

Policiais civis e agentes penitenciários fazem protesto contra reforma da previdência

Em nota oficial, UFPR justifica suspensão das provas do concurso da Polícia Civil

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia mais