O Portal do Norte do Paraná
Paraná

Boletim da dengue confirma 5.144 novos casos e mais três óbitos em Cambira e Cambé

O Informe Semanal da Dengue divulgado nesta terça-feira (30) pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) registra 5.144 novos casos e três óbitos pela doença no Paraná. O período sazonal 2023/2024, que teve início em julho do ano passado, soma 21.837 casos confirmados e seis óbitos em todo Estado.

Este é o 21º Informe Epidemiológico publicado pela Vigilância Ambiental da Sesa, que registrou também 77.750 notificações, 17.352 casos em investigação e 34.309 descartados. Dos 399 municípios, 245 apresentaram casos autóctones, ou seja, quando a doença é contraída localmente, e 377 tiveram notificações.

As Regionais de Saúde com mais casos confirmados de dengue são a 16ª RS de Apucarana (5.039), 14ª RS de Paranavaí (2.190), 22ª RS de Ivaiporã (1.927), 15ª RS de Maringá (1.799) e 17ª RS de Londrina (2.282). Já os municípios que apresentam mais casos confirmados são Apucarana (3.607), Londrina (1.776), Maringá (1.112), Ivaiporã (1.048) e Paranavaí (867).

ÓBITOS – As mortes que constam neste último informe são de pessoas entre 42 e 58 anos que não possuíam comorbidades. São dois registros no município de Cambira – um homem de 42 anos e uma mulher de 57 – e uma mulher de 58 anos de Cambé. Os municípios se localizam na 16ª Regional de Saúde de Apucarana e 17ª RS de Londrina, respectivamente.

CHIKUNGUNYA – O novo boletim confirmou ainda 12 novos casos de chikungunya, somando 59 confirmações da doença no Estado. Do total de casos, 43 são autóctones (quando a doença é contraída no município de residência). Há, ainda, 137 casos em investigação e 445 notificações.

Desde o início deste período não houve confirmação de casos de zika vírus. Foram registradas 56 notificações.

APUCARANA – Em Apucarana, cidade com maior número de casos confirmados, a Secretaria de Estado da Saúde reforçou as ações de combate e ampliou a aplicação do fumacê. Uma equipe formada por técnicos de epidemiologia, entomologia e assistência está no município para aprofundar o combate à dengue. Entre as atividades programadas estão vistorias em locais estratégicos para identificação de focos do mosquito e acompanhamento do atendimento em unidades de saúde para orientar profissionais no fluxo do atendimento ao paciente com suspeita da doença.

O Estado realizará nesta semana uma reunião técnica com a Secretaria Municipal de Saúde de Apucarana para reafirmar as estratégias adotadas pelo município, direcionando para ações mais efetivas, sobretudo em relação à remoção mecânica de criadouros e lixo nos bairros.

LITORAL – Após o grande volume de chuvas nos últimos dias no Litoral, as equipes do Governo do Estado que estão trabalhando na temporada do Verão Maior Paraná, em conjunto com servidores da Sesa e outras secretárias e órgãos, estão realizando ações de conscientização e combate à dengue junto aos sete municípios. A decisão para esse reforço se deu por meio de uma reunião de alinhamento entre os órgãos estaduais e os prefeitos do Litoral, realizada na semana passada.

O mutirão, que durante o final de semana já aconteceu em Matinhos, Pontal do Paraná e Guaratuba, segue nesta terça-feira (30) em Antonina. Na próxima quinta-feira (1), a programação continua em Paranaguá e nos próximos dias ocorrerá também em Guaraqueçaba e Morretes.

A 1ª Regional de Saúde de Paranaguá tem 1.014 casos confirmados de dengue: Antonina (544), Paranaguá (396), Guaratuba (33), Matinhos (21), Pontal do Paraná (17) e Morretes (3).

MAIS INFORMAÇÕES NA RÁDIO COBRA FM 107.1

Postagens relacionadas

Com redução da alíquota do ICMS, etanol pode ficar até 30% mais barato no Paraná

Policiais se jogam no mar e salvam seis pessoas que estavam se afogando no Litoral

Governo fecha parceria para produzir vacina contra a Covid no Paraná

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia mais