O Portal do Norte do Paraná
Região

Secretaria de Saúde de Rolândia divulga o resultado do 1º Liraa de 2020

A Secretaria de Saúde de Rolândia informa o resultado do levantamento do Índice de Infestação Predial do Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa), realizado entre os dias 20 e 23 de janeiro de 2020. O resultado apontou o índice de 5,1%, aumento de 3,8 pontos percentuais em relação ao LIRAa anterior, realizado em outubro de 2019.

O resultado coloca o município uma situação de alto risco segundo parâmetros da Organização Mundial da Saúde (OMS), que preconiza um índice de até 1% como aceitável. No período entre os dias 28/07/2019 e 18/01/2020, foram notificados 264 casos suspeitos de dengue, dos quais 19 foram confirmados e 125 descartados.

Os criadouros encontrados com maior frequência durante o LIRAa foram vasos e pratinho de plantas (41%); lixo, sucatas e entulhos (23%) e depósitos de água da chuva, tais como baldes, tambores e cisternas (19%). Os criadouros foram encontrados em praticamente todas as regiões do município.

Prevenção

Vale a pena destacar que estamos em uma época do ano propícia para a proliferação do mosquito Aedes aegypti, o que torna necessário o apoio de toda a população para que sejam adotadas medidas contra a proliferação do vetor, mantendo os quintais limpos, sem acúmulo de lixo, pneus, garrafas e outros objetos que possam acumular água. Calhas, marquises e ralos devem ser verificados e limpos rotineiramente.

Vasos e pratinhos de plantas devem preferencialmente ser eliminados, mas quando mantidos, devem permanecer com areia grossa até as bordas ou ser lavados com água, bucha e sabão semanalmente, para eliminar ovos do mosquito. Locais de armazenamento de água devem permanecer sempre tampados/telados. Além disto, a inspeção e limpeza destes reservatórios deve ser realizada pelos moradores semanalmente mediante a escovação das paredes internas com bucha e sabão, a fim de eliminar possíveis ovos do mosquito.

Dada a importância que estes criadouros têm para saúde pública e meio ambiente, a equipe de Controle de Endemias não está medindo esforços para combater o mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya, entretanto, o apoio da população é fundamental para evitar a proliferação do mosquito e disseminação da dengue.

Fonte: Ascom/Prefeitura

Saiba mais na programação da Rádio Cultura AM 930

Postagens relacionadas

Interessados podem se inscrever para 2ª oficina virtual do Teatrando de Rolândia

Cobra News (User)

UEL adia inscrições do Vestibular 2024 até 12 de setembro

Cobra News (User)

Intolerância religiosa;velório termina em confusão entre padre e mãe de santo

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia mais