A Notícia Certa!

Home  ›  Notícias  ›  Paraná  ›  Paraná tem a maior taxa de transmissão de Covid-19 do Brasil

Paraná tem a maior taxa de transmissão de Covid-19 do Brasil

Publicado em: 26 jun 2021

Curta nossa página no Facebook e fique por dentro dos fatos que acontecem em todo Paraná.

Além de confirmar nesta sexta-feira (25) o segundo caso da cepa B.1.617 no Paraná, popularmente conhecida como variante indiana, ou delta, o secretário estadual da Saúde, Beto Preto, alertou para uma nova alta na taxa de transmissão da Covid-19 no Paraná.

Em pronunciamento nas redes sociais, ele afirmou que o chamado ‘R’ chegou a 1,43, o que quer dizer que 100 pessoas infectadas com o vírus contaminam outras 143, um índice alto que mostra tendência de crescimento nos casos. Segundo os dados do Sistema Loft, o Paraná apresenta hoje a maior taxa de transmissão do Brasil, acima inclusive da taxa nacional, atualmente em 1,09.

O segundo estado com maior taxa de transmissão, segundo o Sistema Loft, é o Rio Grande do Norte, com 1,35, seguido de São Paulo, com 1,15, e Paraíba, com 1,1.

“O estado ainda não pode ‘substituir a segurança pelo alívio da vacina no momento. Claro, um ano e quatro meses após o início da pandemia, gostaríamos de ter toda a população vacinada.

Vamos continuar com o nosso decreto, os municípios também possuem os seus. Vamos fazer com que a vacina seja nossa esperança para os próximos dias”, disse o secretário.

Beto Preto também pediu à população que não escolha a ‘marca’ da vacina contra Covid: “Em primeiro lugar, não podemos escolher vacina. Qualquer vacina aprovada pela Anvisa tem ciência, valor e efetividade. Segundo lugar: já existem estudos que mostram que as vacinas do Brasil se mostram eficazes contra as variantes. E por fim, estamos trabalhando todos os dias, vacinação de domingo a domingo, meu respeito a todos profissionais de saúde do Paraná”.

Nova cepa

A identificação do caso da nova cepa, novamente em Apucarana, na 16ª Regional de Saúde, foi realizada por sequenciamento genômico do vírus SARS-CoV-2, realizado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Trata-se de uma mulher de 42 anos, gestante, residente do Japão, que chegou ao Brasil no dia 05 de abril.

Ela realizou a coleta de exame RT-PCR para diagnóstico da Covid-19 antes de embarcar, tendo resultado negativo para a doença. Dois dias após sua chegada, em 07 de abril, a gestante iniciou sintomas respiratórios, fez um novo exame, sendo positivo. A paciente precisou ser internada no dia 15 de abril e, devido ao agravamento dos sintomas, em 18 de abril passou por uma cesariana de emergência e foi a óbito no mesmo dia.

O recém-nascido, prematuro de 28 semanas, ficou internado até o dia 18 de junho e teve o resultado do exame negativo para a infecção da Covid-19. Atualmente, o bebê está saudável e segue em acompanhamento pelo município. Os demais integrantes da família desta gestante seguem saudáveis. Esta gestante era amiga próxima da filha da primeira pessoa confirmada com a variante indiana no Paraná.

Com informações:Bem Paraná

Mais informações na programação da Rádio Cultura AM 930

APOIO

SOBRE

No Portal Cobra News você acompanha as últimas notícias do Paraná, do Brasil e do mundo. Só aqui você encontra informação com credibilidade sobre cultura, política, educação, policial, variedades e muito mais.

Cobra News, a notícia certa!

Sistema Cobra de Comunicação:

NOTÍCIAS

CLUBE DE OFERTAS

FALE CONOSCO

Preencha o formuário abaixo para falar com nossa equipe. Ou se preferir envie sua mensagem via WhatsApp para o número: (43) 99924-1071




© 2020 Cobra News - Todos os direitos reservados.