O Portal do Norte do Paraná
Região

Júri popular de pai e avó de Eduarda Shigematsu é suspenso novamente


A data do julgamento de Ricardo Seidi e Terezinha de Jesus, respectivamente pai e avó de Eduarda Shigematsu, a menina cuja morte ocorreu em abril de 2019, foi suspensa pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), cancelando o júri popular previsto para esta quinta-feira (07). Eduarda tinha apenas 11 anos quando foi encontrada sem vida e enterrada nos arredores da casa de seu pai, Ricardo Seidi, em Rolândia. Embora a data do julgamento tenha sido anunciada na semana passada, a defesa dos acusados solicitou uma mudança de local, argumentando que a localidade de Rolândia está inserida na Região Metropolitana de Londrina, e que a ampla divulgação do caso poderia influenciar no veredito.

Este é o quarto adiamento do julgamento, que vem sendo postergado desde maio de 2022, em resposta ao mesmo pedido dos advogados de Ricardo. Enquanto Ricardo Seidi permanece detido preventivamente, sua mãe e avó de Eduarda, Terezinha de Jesus, aguarda em liberdade. Uma nova data será estabelecida em uma comarca que não esteja sob a jurisdição de Londrina.

MAIS INFORMAÇÕES NA RÁDIO COBRA FM 107.1

Postagens relacionadas

Uso de atestados médicos falsos em Rolândia vira alvo de investigação da Polícia Civil

Cobra News (User)

Em testes, engenheiros do DNIT constatam problemas na trincheira da linha férrea em Rolândia

Cobra News (User)

Terceira fase da Campanha de Vacinação contra a gripe começa nesta segunda (11)

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia mais