O Portal do Norte do Paraná
Entretenimento

Empresário condenado a pagar R$ 30 mil por difamar Xuxa pode ser preso

O empresário Adriano de Barros Caruso, condenado a pagar indenização para Xuxa Meneghel por difamação, pode ser preso. Isso porque a Justiça de São Paulo determinou que ele transferisse R$ 30 mil à apresentadora. O valor poderia ser dividido em 25 parcelas. No entanto, parece que o dinheiro não foi pago.

Segundo informações do colunista Daniel Nascimento, do jornal O Dia, o empresário deixou a dívida em aberto. Assim, o mesmo ganhou prazo para comprovar o pagamento ou poderá ser detido. Ainda de acordo com o jornalista, a situação legal de Adriano é bem delicada.

Adriano de Barros tem uma condenação que abrange tanto o âmbito civil quanto o criminal. Segundo as fontes do colunista, o empresário não fez o pagamento até a terceira parcela do acordo de indenização e isso entra no âmbito criminal.

A juíza Patrícia da Conceição Santos, da comarca de Mirassol, em São Paulo, determinou que Adriano de Barros comprove o depósito da terceira parcela da indenização sob pena de prisão. Porém, até o momento, não foi confirmado que ele tenha resolvido a pendência financeira. Vale lembrar que Xuxa Meneghel destinou o valor da indenização à uma instituição de apoio à infância.

MAIS INFORMAÇÕES NA RÁDIO COBRA FM 107.1

Postagens relacionadas

Suposto filho de Gugu diz estar 100% confiante para provar paternidade: ‘Vou até o fim’

Cobra News (User)

Por que Raul Gil anunciou sua aposentadoria na Globo? SBT não sabia da decisão

Cobra News (User)

Maraisa aparece com aliança de noivado após anunciar término

Cobra News (User)

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia mais