O Portal do Norte do Paraná
Região

Em 2024, sete pessoas foram presas com arquivos de abuso sexual infantil em Londrina e região

Desde o início do ano, a Polícia Federal já prendeu sete pessoas por armazenamento  de imagens e vídeos relacionados ao abuso sexual infantil em Londrina e região com a Operação Sepulcro Caiado.

De acordo com a Polícia Federal, o nome da operação faz referência a uma parábola cristã que fala sobre aparências que não estão em acordo com a real conduta da pessoa. “Vocês são como sepulcros caiados: bonitos por fora, mas por dentro estão cheios de ossos e de todo tipo de imundície.” (Mateus 23:27). 

Além das prisões, foram cumpridos também nove mandados de busca e apreensão. 

Prisão nesta quinta-feira (14)

As equipes prenderam um homem de 43 anos, auxiliar de enfermagem, no no Conjunto Fortunato Sibim, em Cornélio Procópio. O indivíduo teve um celular, pen drives e cartões de memória apreendidos para perícia.  

A equipe encontrou no celular do homem imagens e vídeos relacionados ao abuso sexual infantil. 

Os atos de adquirir, possuir ou armazenar fotografias, vídeos ou qualquer tipo de registro de abuso sexual infantil são punidos com pena de reclusão de 1 a 4 anos, e multa, com recente alteração pela lei 14.811/2024 que passou a ser considerado crime hediondo, sem direito à fiança.

Fonte: Tarobá News

MAIS INFORMAÇÕES NA RÁDIO COBRA FM 107.1

Postagens relacionadas

Transporte público de Apucarana tem 1ª mulher motorista em 45 anos

Avião de pequeno porte faz pouso forçado na estrada da Prata em Cambé

Cobra News (User)

UEL completa 48 anos com quase 80 mil profissionais formados

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia mais