A Notícia Certa!

Home  ›  Notícias  ›  Política  ›  Direção da Alep descarta retomar sessões presenciais agora

Direção da Alep descarta retomar sessões presenciais agora

Publicado em: 14 maio 2020

Curta nossa página no Facebook e fique por dentro dos fatos que acontecem em todo Paraná.

Pressionada por deputados que reclamam das restrições ao debate nas sessões remotas adotadas desde 23 de março por causa do coronavírus, a direção da Assembleia Legislativa descartou, nesta quarta-feira (13), o retorno das votações presenciais na Casa enquanto durar a pandemia. Comandando os trabalhos ontem na ausência do presidente Ademar Traiano (PSDB), o primeiro-secretário do parlamento estadual, deputado Luiz Cláudio Romanelli (PSB), afirmou que não há previsão para retomada das discussões no plenário, e apontou dificuldades técnicas para o retorno dos trabalhos das comissões permanentes.

Desde o início da semana, deputados têm se queixado do sistema de votação remoto, e de medidas como a redução do espaço para pronunciamentos, além das suspensões das reuniões das comissões. As críticas aumentaram depois que, na última terça-feira, um requerimento do deputado Homero Marchese (PROS) pedindo o adiamento da votação de um projeto que prevê o pagamento de gratificações a integrantes do Tribunal de Justiça que atuam em cursos foi rejeitado após um voto de desempate de Traiano – apesar de dois parlamentares: Professor Lemos (PT) e Rodrigo Estacho (PV), não conseguirem registrar seus votos favoráveis ao pedido. Os deputados criticam ainda o fato de que projetos do governo têm sido votados em sessões extraordinárias, sem a possibilidade de pedido de vistas, sem passar pelas comissões e sem a possibilidade de participação do público, já que apenas os parlamentares da Mesa Executiva e servidores da Casa, além da imprensa, podem entrar no plenário.

“É absolutamente impossível voltarmos com as sessões presenciais”, disse Romanelli. “O ideal é retornar as sessões presenciais tão logo quando possível. Mas nós só vamos retornar quando as autoridades de saúde disserem que é possível”, afirmou.

Segundo ele, dez técnicos trabalham para manter o sistema de votação remoto do plenário. “Não conseguimos fazer funcionar às sessões com um número reduzido de pessoas”, alegou. “É impossível fazer funcionar um sistema virtual com 27 comissões permanentes e ao mesmo tempo, dar segurança jurídica a esse processo”, justificou.

Tempo

O líder da bancada do PT, deputado Tadeu Veneri, contestou. “Muitas assembleias estão com as comissões funcionando”, disse, afirmando ainda que esses legislativos mantiveram o espaço para debate. “A sugestão é que o tempo volte ao normal. Três minutos é pouco. A maioria das pessoas estão nas suas casas ou escritórios. Não há porque reduzir o tempo”, cobrou.

O líder do governo, deputado Hussein Bakri (PSD), defendeu a manutenção das sessões remotas. “Não vejo nenhum prejuízo à democracia”, argumentou.

Informações: Bem Paraná

Foto: Dálie Felberg/Alep

Mais informações na programação da Rádio Cultura AM 930

APOIO

SOBRE

No Portal Cobra News você acompanha as últimas notícias do Paraná, do Brasil e do mundo. Só aqui você encontra informação com credibilidade sobre cultura, política, educação, policial, variedades e muito mais.

Cobra News, a notícia certa!

Sistema Cobra de Comunicação:

NOTÍCIAS

CLUBE DE OFERTAS

FALE CONOSCO

Preencha o formuário abaixo para falar com nossa equipe. Ou se preferir envie sua mensagem via WhatsApp para o número: (43) 99924-1071




© 2020 Cobra News - Todos os direitos reservados.