O Portal do Norte do Paraná
Política

Audiência Pública discute regulamentação do transporte escolar privado em Cambé

A Prefeitura de Cambé, através das Secretarias de Segurança Pública e Trânsito e também de Fazenda, promoveu uma Audiência Pública na última sexta-feira (26) para debater a regulamentação do transporte escolar privado em Cambé. O evento aconteceu na Câmara Municipal, com a presença dos responsáveis pelas pastas, vereadores, motoristas de vans, profissionais de educação e comunidade geral. O objetivo é debater as normas do decreto que será estabelecido em Cambé para regularizar o setor no município.

Para promover mais segurança para as crianças e tranquilidade para os motoristas, foi estabelecido que esse ano será organizado e regularizado os veículos de transporte escolar em Cambé, em uma força tarefa envolvendo Secretarias de Trânsito, Fazenda e Ciretran. Com isso, os motoristas terão que retirar alvarás de funcionamento na Secretaria de Fazenda, fazer a vistoria veicular semestral das vans no Ciretran e, posteriormente, o cadastro junto a Secretaria de Trânsito atestando a regularidade. A grande novidade será a disponibilização de um QR Code que será fixado no veículo, onde qualquer pessoa pode acessar e identificar se o automóvel está de fato regular.

A secretária de Trânsito, Danaê Fernandes, explicou que antes do decreto ser redigido foi convocada a Audiência Pública para ouvir os profissionais envolvidos e a comunidade em geral sobre os tópicos apresentados, visando um entendimento comum dentro do que a legislação permite.

Além da apresentação dos itens levantados pelas Secretarias no estudo sobre o tema, os motoristas e vereadores também destacaram alguns itens como cobrança mais forte de fiscalização contra transporte irregular e sem segurança, campanhas educacionais, vagas exclusivas para transporte escolar, e determinações sobre vans e motoristas reservas.

“A audiência foi muito necessária porque surgiram temas que a gente não estava discutindo como assuntos principais, e temas que achamos que poderiam dar conflito foram totalmente aceitos e pacificados. Para mim, o trânsito não pode ser desarticulado da comunicação da sociedade, já que está no cotidiano e na nossa vivência desde a hora que saímos de casa. A minha tendência como secretária é promover cada vez mais debates. Isso é necessário para entrar nesse processo de educação no trânsito, algo que estamos começando no município. E de certo modo, vi até alívio nesses profissionais que disseram que esperaram muito tempo para que a regularização acontecesse, de quem fazia tudo corretamente e perdia clientes para quem não fazia. É trazer uma maior equidade”, destacou a secretária de Trânsito.

Gabriel Cândido, secretário municipal de Fazenda, salientou que fazer uma audiência pública, mesmo em situações no qual a lei não exige, visa trazer mais participação popular, envolvendo diretamente as pessoas envolvidas no tema para a criação de uma legislação mais horizontal. “Aqui em Cambé, o governo do prefeito Conrado Scheller trabalha com entendimento de que a participação dessas pessoas, que conhecem o dia-a-dia do trabalho, trazem tudo que for necessário para que possamos moldar o nosso decreto, dentro do que a legislação permite. Tudo isso para atender a necessidade diária de todos, sempre pensando principalmente na segurança e cuidado das nossas crianças, nosso principal bem, mas também para dar mais tranquilidade aos pais, e a possibilidade desses empreendedores desenvolverem o trabalho deles, trazendo ainda renda para o município”, concluiu.

Agora, será definida uma comissão com representantes de todos os setores, vereadores e secretários para a definição de alguns tópicos que ainda estão faltando, dentro do que determina a lei, para a criação do decreto e regulamentação do setor.

Com informações:Assessoria

MAIS INFORMAÇÕES NA RÁDIO COBRA FM 107.1

Postagens relacionadas

Aplicativo do governo vai agilizar bloqueio de celular roubado

Cobra News (User)

Mesmo com arcabouço fiscal, mercado vê déficit zero só em 2028 e dívida pública crescente

Cobra News (User)

Câmara aprova projeto que acaba com isenção para compras internacionais de até US$ 50

Cobra News (User)

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia mais