O Portal do Norte do Paraná
Brasil

Perícia revela que dois pneus do ônibus da dupla Conrado e Aleksandro explodiram; causa pode ser ‘impacto’ contra ‘obstáculo na via’

O laudo pericial do Instituto de Criminalística (IC) revela que dois pneus do ônibus da dupla sertaneja Conrado e Aleksandro apresentam sinais de explosão. Os danos, segundo o documento, “sugerem a ocorrência de impacto do pneu contra algum tipo de obstáculo na via”, como “buraco, pedra, objeto grande”. O veículo com 19 pessoas tombou no dia 7 de maio na Rodovia Regis Bittencourt, na altura de Miracatu, no interior de São Paulo, e resultou na morte de seis pessoas, entre elas o cantor Aleksandro.

Apesar de o laudo apresentar tal indicação, o perito Carlos Eduardo Penazzi Filho, responsável por avaliar a estrutura e condição dos pneus, que eram considerados novos e de baixa rodagem – com base na análise -, disse que não é possível estabelecer um “nexo temporal”, ou seja, não há como confirmar se o impacto que causou a explosão ocorreu no momento do acidente ou antes. Ao citar antes, diz que pode ter sido “segundos, minutos, horas ou dias”.

Penazzi Filho, no entanto, não descarta “outras explicações que eventualmente sejam propostas e que possam explicar os danos vistos no pneu”.

Com base no documento, o perito ressalta que a análise se deu principalmente pela avaliação dos aços e arames que dão estrutura ao pneu. Como eles estavam dobrados de fora para dentro, eis a sugestão de que tenha ocorrido algum impacto contra obstáculo na via.

Apesar de afirmar não ter como precisar quando o estouro do pneu aconteceu, o perito em questão indicou que “a ausência de oxidação nos arames sugere (apenas sugere) danos mais recentes”, cita no documento.

Dinâmica do impacto à explosão

De acordo com o perito, com o impacto contra algum obstáculo, teria ocorrido “a quebra de arames de aço e, com isso, o pneu perdido a resistência mecânica da carcaça (que é dada por esses arames), acabando por explodir devido à pressão interna”.

Penazzi Filho ressalta que, após o estouro, a banda de rodagem [capa de borracha que reveste o pneu] acaba sendo arrancada durante a movimentação do veículo até a parada. “Tal dinâmica é possível e explica os vestígios encontrados”.

Via:G1

MAIS INFORMAÇÕES NA RÁDIO COBRA FM 107.1

Postagens relacionadas

Manifestantes vão às ruas contra PL que equipara aborto a homicídio

Cobra News (User)

Preço alto leva brasileiro a reduzir consumo de proteínas

Três em cada 4 mulheres já sofreram algum tipo de violência nas ruas, de cantadas a estupro

Cobra News (User)

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia mais