O Portal do Norte do Paraná
Comunidade

Gerente da Caixa Econômica justifica demora do atendimento na agência de Rolândia

Depois de receber reclamações de ouvintes que participaram do Programa Cobra Repórter na manhã desta sexta-feira (4), nossa equipe entrou em contato com o gerente da agência da Caixa Econômica Federal em Rolândia para saber quais os motivos da demora no atendimento relatada pelos ouvintes.

Por telefone, nossa equipe de reportagem repassou as queixas dos ouvintes – feitas pela rede de rádios – ao gerente geral da agência, André Rogério Berto. Segundo ele, existe uma demanda de clientes em períodos específicos do ano. Na primeira semana de janeiro o volume de pessoas que procuram o banco é cinco vezes maior que o normal, o que torna o atendimento mais lento.

Além disso, de acordo com o gerente, nesse período o estabelecimento opera com um quadro de funcionários reduzido, por causa das férias. André informou que todas as pessoas são atendidas, indistintamente, sem a necessidade de agendar horário. “Apesar da demora, nenhum cliente fica sem atendimento”, afirma.

Segundo André, também existe um tempo previsto para a realização do atendimento – que varia em cada setor do banco. Por lei, o cliente não pode esperar mais de 20 minutos pelo serviço, mas o gerente relata que o atendimento comercial, por exemplo, gera uma espera de cerca de 50 minutos e que o FGTS não segue a lei da fila. André explica que ainda pode demorar três ou quatro dias até que o atendimento seja normalizado.

 

Mais informações na Rádio Cultura AM 930

Postagens relacionadas

Após publicação no Portal Cobra News, homem reencontra irmã que não via há 50 anos; eles esperam reencontrar outros irmãos

Arapongas vai receber Programa Justiça no Bairro em junho

Jovem de Sabáudia está desaparecido

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia mais