O Portal do Norte do Paraná
Política

Câmara de Apucarana descarta cassação de vereador acusado de xenofobia

Em 15 de agosto deste ano, o vereador Antônio Garcia, do União Brasil, disse em uma sessão parlamentar que “no Nordeste o pessoal não gosta muito de trabalhar”. O Plenário aceitou punição definida por Comissão Processante (CP), que, após investigação do caso, determinou que o vereador deveria receber, como punição, apenas uma “medida disciplinar de censura”.

O vereador acabou recebendo muitas críticas da cidade e até mesmo de outros vereadores, entretanto, foi descartado a hipótese de Antônio ter seu mandato cassado por conta da sua postura inadequada. A medida tomada como decisão pela CP, serve para que o vereador não volte a proferir palavras de cunho preconceituoso. Caso ele volte a fazer isso, terá o mandato cassado, segundo a comissão. O relatório da CP foi aprovado, com seis votos favoráveis e dois contrários, durante a sessão de segunda-feira (16) da Câmara de Apucarana

Após suas falar e a repercussão negativa, Garcia divulgou uma nota com um pedido de desculpas, destacando que repudia qualquer ato de discriminação, seja por raça, gênero, orientação sexual, religião, ideologia, origem étnica ou qualquer diversidade e afirmou que sua intenção nunca foi provocar qualquer ato de discórdia e tampouco de preconceito ou falta de respeito.

MAIS INFORMAÇÕES NA RÁDIO COBRA FM 107.1

Postagens relacionadas

Lula diz que PAC é oportunidade de investimento para países do Brics

Cobra News (User)

Maioria do STF reafirma validade de resolução do TSE contra fake news

Cobra News (User)

Pesquisa revela que 53% dos brasileiros acreditam em melhora econômica

Cobra News (User)

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia mais