O Portal do Norte do Paraná
Brasil

Barragem da Vale se rompe em Brumadinho, MG; Bombeiros confirmam 7 mortos e 150 desaparecidos

Uma barragem da mineradora Vale se rompeu nesta sexta-feira (25), em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. As imagens  mostram que um mar de lama destruiu casas da região do Córrego do Feijão. De acordo com o governo de MG, há ao menos sete pessoas mortas, ainda não identificadas.

O rompimento ocorreu no início da tarde de hoje, na Mina Feijão. A Vale informou sobre o acidente à Secretaria do Estado de Meio-Ambiente às 13h37. Os rejeitos atingiram a área administrativa da companhia, inclusive um refeitório, e parte da comunidade da Vila Ferteco.

Há ao menos sete pessoas feridas. O Corpo de Bombeiros informou por volta das 20h45 que havia aproximadamente 150 pessoas desaparecidas e divulgou uma lista de pessoas resgatadas vivas. Os bombeiros afirmam também que as sirenes de emergência não tocaram.

Foram retiradas nove pessoas com vida da lama e cerca de 100 pessoas ilhadas foram resgatadas. Quase 100 bombeiros estão no local, e devem chegar a 200 a partir da madrugada deste sábado (26).

A empresa diz que, dos 427 empregados que estavam no local, apenas 279 foram localizados. Segundo o presidente da Vale, Fábio Schvartsman, vazaram 12 milhões de metros cúbicos de rejeitos – na tragédia de Mariana, há 3 anos, foram 43,7 milhões.

Segundo o presidente da Vale, uma das barragens se rompeu e o vazamento do rejeito também fez outra barragem transbordar. Ele diz que a barragem que rompeu não era usada há três anos. Ainda não há informação sobre a causa do rompimento.

Mais informações na programação da Rádio Cultura AM 930.

(Via G1)

Postagens relacionadas

Mortes de grávidas e de mães de recém-nascidos por Covid dobram e estão acima da média da população em geral, aponta levantamento

Brasil registra 3.025 novas mortes por Covid; curva da média móvel aponta tendência de estabilidade

Ministério da Saúde abre novo edital para o Mais Médicos

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia mais