O Portal do Norte do Paraná
Paraná

Advogado e mães são presos por gravar abusos sexuais com crianças e transmitir pela internet

A Polícia Civil do Paraná, em ação conjunta com o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Rio Grande do Norte, realizou a prisão de duas mães em Mallet, no Sudoeste do Paraná. De acordo com informações divulgadas nesta terça-feira (12), as detenções aconteceram nos dias 06 de dezembro de 2018 e 06 de fevereiro de 2019. Um advogado de 38 anos também foi preso, em Natal, no Rio Grande do Norte. O trio é suspeito de praticar crimes relacionados à pedofilia.

O homem é investigado por instigar que as mães das vítimas, um menino e uma menina ambos com 8 anos de idade, praticassem atos sexuais com as crianças e transmitissem as imagens de cunho pornográfico a ele. O advogado responderá também por estupro de vulnerável, aliciamento de crianças para prática de atos libidinosos e pornografia infantil. Enquanto que as mulheres devem responder pelos crimes de estupro de vulnerável e pornografia infantil. Uma delas ainda deve responder por tentativa de homicídio.

Ambas foram presas preventivamente e foram encaminhadas para a carceragem da Delegacia de União da Vitória. O advogado permanece preso em Natal (RN). As investigações prosseguem para identificação de possíveis outras vítimas.

Mais informações na programação da Rádio Cultura AM 930.

 

(Via Banda B)

Postagens relacionadas

Secretaria da Saúde registra 11 novos casos de Mpox no Paraná

Empregos temporários aquecem economia paranaense neste fim de ano

Cobra News (User)

Jogos Oficiais somam 160 dias de competições em 118 cidades

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia mais