A Notícia Certa!

Home  ›  Notícias  ›  Região  ›  Vereador de Arapongas é indiciado por agredir mulheres

Vereador de Arapongas é indiciado por agredir mulheres

Publicado em: 11 fev 2022

Curta nossa página no Facebook e fique por dentro dos fatos que acontecem em todo Paraná.

O vereador de Arapongas, no norte do Paraná, Paulo César de Araújo, mais conhecido como Pastor do Mercado (DEM), foi indiciado por agredir mulheres, segundo a Polícia Civil. O inquérito foi concluído na quinta-feira (10).

O parlamentar foi preso em 31 de janeiro suspeito de ter agredido três mulheres, segundo a Polícia Civil.

Enquanto isso, a comissão processante da Câmara Municipal, formada para investigar a denúncia, realiza a primeira reunião nesta sexta-feira (11), às 10h30.

A partir disso, passa a valer o prazo de 90 dias para a condução dos trabalhos, que consiste na análise de documentos, inquérito policial, oitiva de testemunhas e elaboração de um relatório.

Com o vereador afastado, a convocação do suplente, Pardini (DEM), também ocorre nesta sexta.

A defesa do vereador alega que provará que Paulo é inocente e que os fatos não ocorreram como foram narrados.

Conforme a polícia, o inquérito foi concluído e ele responderá pelas lesões contra as vítimas.

Se condenado, a pena prevista é de um a quatro anos de prisão. Com o agravante de ter quebrado o nariz de uma das vítimas, segundo a denúncia.

Depois de ser preso em Arapongas, o vereador foi levado à penitenciária de Londrina, também no norte.

A Polícia Civil pedirá, agora, a abertura de uma ação criminal contra o vereador Paulo Cesar de Araújo.

G1

Mais informações na programação da Rádio Cultura AM 930

APOIO

SOBRE

No Portal Cobra News você acompanha as últimas notícias do Paraná, do Brasil e do mundo. Só aqui você encontra informação com credibilidade sobre cultura, política, educação, policial, variedades e muito mais.

Cobra News, a notícia certa!

Sistema Cobra de Comunicação:

NOTÍCIAS

CLUBE DE OFERTAS

FALE CONOSCO

Preencha o formuário abaixo para falar com nossa equipe. Ou se preferir envie sua mensagem via WhatsApp para o número: (43) 99924-1071




© 2020 Cobra News - Todos os direitos reservados.