A Notícia Certa!

Home  ›  Notícias  ›  Paraná  ›  Quatro cidades do Paraná suspendem 2ª dose da AstraZeneca; prefeituras apontam repasse insuficiente de doses

Quatro cidades do Paraná suspendem 2ª dose da AstraZeneca; prefeituras apontam repasse insuficiente de doses

Publicado em: 14 set 2021

Curta nossa página no Facebook e fique por dentro dos fatos que acontecem em todo Paraná.

Quatro cidades do Paraná suspenderam a aplicação da segunda dose da vacina da AstraZeneca contra a Covid-19. As prefeituras afirmam que não receberam doses suficientes para vacinar pessoas que já estavam com a data marcada.

O problema foi registrado pelas prefeituras de Arapongas, Apucarana, Guarapuava e Matinhos.

Em Arapongas, no norte do estado, a prefeitura diz que não tem vacina da AstraZeneca para a segunda dose a todas as pessoas que já completaram os 90 dias de intervalo entre a primeira dose e a segunda. Segundo o município, eram somente 200 doses nesta segunda-feira (14) em estoque.

Portanto, a prefeitura informou que está priorizando a segunda dose da AstraZeneca apenas para as pessoas com mais de 60 anos. Quem tem menos de 60 deverá aguardar nova orientação do município.

Nas próximas duas semanas pelo menos 9,3 mil pessoas entram para essa lista para tomar a segunda dose, mas terão que aguardar.

Em Apucarana, no norte do Paraná, a informação é de que também há falta da segunda dose da AstraZeneca para cerca de 800 pessoas. A prefeitura disse que não tem mais doses e pediu à população para que aguarde a chegada de nova remessa do imunizante ao município.

Em Guarapuava, na região central do estado, a vacinação da segunda dose da AstraZeneca foi suspensa na quarta-feira (8).

Cerca de 3 mil pessoas completaram o período para tomar a segunda dose, mas terão que esperar a chegada de um novo lote de vacinas.

Em Matinhos, no litoral do Paraná, segundo a prefeitura, quase 2,3 mil pessoas não tomaram a segunda dose da AstraZeneca na data marcada. Essas pessoas tinham a segunda dose agendada desde o fim de agosto.

As quatro cidades informaram que não aplicaram vacina de segunda dose em quem estava tomando a primeira dose.

O secretário de Estado da Saúde Beto Preto disse que um novo lote do imunizante com cerca de 190 mil doses deve chegar ao Paraná nos próximos dias. Ele também garantiu que a Sesa distribuiu aos municípios todas as vacinas necessárias para segunda dose da AstraZeneca.

“Não há atraso da AstraZeneca no Paraná efetivamente. Todos os lotes foram recebidos em tempo hábil para completar o esquema vacinal. A nossa secretaria está orientando que os municípios possam seguir o Programa Nacional de Imunização, não antecipando primeira dose com lotes de segunda dose. (…) O indicado são 90 dias, mas nada impede que sejam 100/120 dias. Ninguém vai ficar prejudicado por cinco, dez, doze dias a mais”, afirmou ele.

Via:G1/PR

Mais informações na programação da Rádio Cultura AM 930

APOIO

SOBRE

No Portal Cobra News você acompanha as últimas notícias do Paraná, do Brasil e do mundo. Só aqui você encontra informação com credibilidade sobre cultura, política, educação, policial, variedades e muito mais.

Cobra News, a notícia certa!

Sistema Cobra de Comunicação:

NOTÍCIAS

CLUBE DE OFERTAS

FALE CONOSCO

Preencha o formuário abaixo para falar com nossa equipe. Ou se preferir envie sua mensagem via WhatsApp para o número: (43) 99924-1071




© 2020 Cobra News - Todos os direitos reservados.