A Notícia Certa!

Home  ›  Notícias  ›  Paraná  ›  Procura por vacina cai e ‘fila de atrasados’ já tem mais de 5 milhões no Paraná

Procura por vacina cai e ‘fila de atrasados’ já tem mais de 5 milhões no Paraná

Publicado em: 21 jun 2022

Curta nossa página no Facebook e fique por dentro dos fatos que acontecem em todo Paraná.

A pandemia do novo coronavírus ainda não acabou e os paranaenses já estão se descuidando naquela que é a mais importante e eficaz medida contra a Covid-19: a imunização. Segundo informações da Rede Nacional de Dados de Saúde (RNDS), nos últimos meses simplesmente despencou a procura pela vacina no Paraná, numa situação que já faz com que mais de 5 milhões de pessoas estejam com a vacinação atrasada no estado, conforme a Secretaria de Estado da Saúde do Paraná (Sesa-PR).

No primeiro mês de 2022, por exemplo, foram aplicados 1.888.668 doses do imunizante contra a Covid no Paraná, sendo que 305.819 dessas aplicações foram referentes à segunda dose da vacina e outras 1.255.152 foram dose de reforço (ou terceira dose). Desde então, contudo, a procura pela vacinação vem caindo gradativamente, tendo atingido seu menor nível no último mês.

Em maio, o total de doses aplicadas no estado foi de 521.544, número 72% inferior ao registrado em janeiro. No mês passado foram aplicadas 85.044 segundas doses, valor 72% inferior ao do primeiro mês do ano, enquanto o número de doses de reforço aplicadas foi de 220.792, com queda de 82% na comparação com janeiro.

Com a demanda em baixa, o Paraná tem visto crescer o contingente de pessoas com a vacinação em atraso e que, consequentemente, estão mais suscetíveis a desenvolver quadros graves da doença, caso contaminados. Nesse sentido, o último levantamento da Sesa-PR revela que há mais de 5 milhões de pessoas no Paraná que estão nessa condição, sendo que 1,3 milhão não tomaram a segunda dose do imunizante e 4,3 milhões não tomaram a primeira dose de reforço, totalizando 5,6 milhões de ‘atrasados’.

A situação, aliás, não é exclusividade paranaense. No Brasil, conforme o Ministério da Saúde, mais de 111,8 milhões de doses contra covid-19 já poderiam ter sido aplicadas em indivíduos aptos, mas que ainda não buscaram postos de saúde para atualizar a imunização. São 22 milhões de segundas doses e 62,7 milhões de terceiras (primeiro reforço), em atraso, além de 27,1 milhões de quartas doses (segundo reforço) em pessoas com 50 anos ou mais.

Segundo os dados do Vacinômetro nacional, o Paraná registra até agora 25.749.996 vacinas aplicadas, sendo 10.036.316 primeira dose (D1), 9.155.800 segundas doses (D2), 336.285 doses únicas (DU), 381.109 doses adicionais (DA), 5.259.327 primeiras doses de reforço (REF) e 581.159 segundas doses de reforço (R2). No país, o número de doses aplicadas chega a 444.713.715

A importância da imunização

Estar com a vacinação contra a Covid-19 em dia é importante porque alguns meses após as primeiras doses o nível dos anticorpos começam a cair no organismo do imunizado, o que significa que a proteção que as vacinas conferem contra a doença pode acabar sendo prejudicada. Dessa forma, as doses de reforço (como a terceira e a quarta dose) proporcionam um aumento na quantidade de anticorpos circulantes no organismo, reduzindo a chance de cada pessoa se infectar (ou reinfectar) e, principalmente, de desenvolver quadros graves da doença.

Com informações:Bem Paraná

MAIS INFORMAÇÕES NA RÁDIO COBRA FM 107.1

APOIO

SOBRE

No Portal Cobra News você acompanha as últimas notícias do Paraná, do Brasil e do mundo. Só aqui você encontra informação com credibilidade sobre cultura, política, educação, policial, variedades e muito mais.

Cobra News, a notícia certa!

Sistema Cobra de Comunicação:

NOTÍCIAS

CLUBE DE OFERTAS

FALE CONOSCO

Preencha o formuário abaixo para falar com nossa equipe. Ou se preferir envie sua mensagem via WhatsApp para o número: (43) 99924-1071




© 2020 Cobra News - Todos os direitos reservados.