A Notícia Certa!

Home  ›  Notícias  ›  Policial  ›  Ônibus envolvido em acidente com 11 mortos não tinha autorização para transporte interestadual de trabalhadores, diz ANTT

Ônibus envolvido em acidente com 11 mortos não tinha autorização para transporte interestadual de trabalhadores, diz ANTT

Publicado em: 31 mar 2022

Curta nossa página no Facebook e fique por dentro dos fatos que acontecem em todo Paraná.

O ônibus que caiu em uma ribanceira e deixou 11 mortos, em Sapopema, no Norte Pioneiro do Paraná, não tinha autorização para o transporte interestadual de trabalhadores. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (31) pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

A ANTT informou ainda que o motorista Adilson Dias, de 52 anos, que morreu no acidente, não tinha cadastro ativo junto ao órgão.

Conforme a agência, o ônibus não está habilitado para transporte regular e consta como inativo para fretamento na frota de Transportes Labor Ltda, que tem a propriedade do veículo.

O veículo também não apresenta, nesta quinta-feira, nenhuma apólice de Seguro de Responsabilidade Civil para o veículo, requisito obrigatório para o transporte de passageiros, informou a ANTT.

Até a última atualização desta reportagem, o g1 não tinha conseguido retorno da empresa Engemec, responsável pelo transporte dos trabalhadores, sobre as irregularidades apresentadas.

Ônibus cai em ribanceira e deixa 10 mortos e outros 21 feridos, em Sapopema — Foto: PRE
Foto: PRE

Investigação

Os corpos dos 11 mortos foram levados para o IML de Londrina, que concentrou todo o trabalho de identificação e liberação.

“A maioria dos corpos tem documento com digital, estavam com os documentos de digital, então é preciso confrontar, que é o que o papiloscopista está trabalhando. Alguns cadáveres estão sem o documento, então isso dificulta um pouco”, disse a chefe do IML de Londrina, Cristiane de Souza Batilana.

De acordo com o delegado André Luis Garcia, as investigações serão concentradas na Delegacia de Curiúva.

Ônibus cai em ribanceira e deixa 10 mortos e outros 21 feridos, no Paraná

Nesta quinta-feira, peritos da criminalística começaram a apurar o caso para tentar esclarecer o que causou o acidente.

“Eu vou entrar em contato com a Polícia Científica no intuito de consulta-los sobre a possibilidade da perícia ser feita lá no local, sem que o ônibus seja retirado. A retirada desse veículo de um declive muito acentuado pode causar avarias que venham atrapalhar o trabalho de perícia”, explicou.

De acordo com a Polícia Civil, o inquérito deve ser instaurado até sexta-feira (1º). A perícia irá analisar se houve falha humana, no ônibus, na pista ou se a queda foi causada por outro veículo.

“Vou requisitar perícia técnica no veículo para a gente saber quais eram as condições, pneu, sistema de freio, mas também aguardo a possibilidade de tomar depoimento dos sobreviventes, para que eles contem o que eles viram, o que presenciaram. O motorista, que poderia nos ajudar, acabou morrendo.”

Acidente

Os trabalhadores que morreram em um acidente em Sapopema, na região do Norte Pioneiro do Paraná, estavam viajando para fazer uma manutenção em uma indústria que produz papéis e embalagens em Telêmaco Borba, na região dos Campos Gerais.

O veículo saiu de Três Lagoas (MS) e iria deixar os trabalhadores na fábrica da Klabin.

Sapopema fica a cerca de 70 km de Telêmaco Borba. Até o local do acidente, o ônibus tinha percorrido quase 500 km.

A Klabin, que é a maior indústria produtora e exportadora de papéis do Brasil, disse que os trabalhadores eram contratados de uma empresa terceirizada chamada Engemec.

Ônibus cai em ribanceira e deixa 10 mortos e outros 21 feridos, em Sapopema — Foto: Mônica Dau/RPC
Foto: Mônica Dau/RPC

Tanto a Klabin quanto a Engemec lamentaram o acidente e disseram que estão auxiliando as vítimas e familiares.

De acordo com a Klabin, a indústria programou uma parada geral no dias 15 e 16 de abril para manutenção. O procedimento é comum. Mais de 3 mil pessoas devem executar os serviços, sendo todos terceirizados.

O caso

O acidente aconteceu por volta das 22h de quarta-feira, no km 268 da PR-090. O trecho fica na localidade conhecida como Serra Fria e tem pista simples.

Segundo a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), chovia no momento do acidente. A investigação acredita que o motorista tenha perdido o controle da direção, vindo sair com o veículo da pista e capotado.

Os bombeiros disseram que sete pessoas morreram ainda no local do acidente. Outras três vítimas morreram no hospital. A última morreu enquanto era transferida de instituição.

Ainda de acordo com os bombeiros, foram resgatadas 10 vítimas em estado grave e outras quatro com ferimentos moderados. Os demais ocupantes tiveram ferimentos leves.

Alguns passageiros foram ejetados do ônibus, durante o capotamento. Conforme o Corpo de Bombeiros, alguns trabalhadores foram resgatados por pessoas que passavam pela rodovia.

Foram resgatadas nove vítimas em estado grave e outras quatro com ferimentos moderados. Os demais ocupantes tiveram ferimentos leves.

Sintonize FM 107.1

Via G1 Paraná

APOIO

SOBRE

No Portal Cobra News você acompanha as últimas notícias do Paraná, do Brasil e do mundo. Só aqui você encontra informação com credibilidade sobre cultura, política, educação, policial, variedades e muito mais.

Cobra News, a notícia certa!

Sistema Cobra de Comunicação:

NOTÍCIAS

CLUBE DE OFERTAS

FALE CONOSCO

Preencha o formuário abaixo para falar com nossa equipe. Ou se preferir envie sua mensagem via WhatsApp para o número: (43) 99924-1071




© 2020 Cobra News - Todos os direitos reservados.