A Notícia Certa!

Home  ›  Notícias  ›  Paraná  ›  Na pandemia, taxa de evasão escolar cresce 148% no Paraná

Na pandemia, taxa de evasão escolar cresce 148% no Paraná

Publicado em: 21 mar 2022

Curta nossa página no Facebook e fique por dentro dos fatos que acontecem em todo Paraná.

A pandemia do novo coronavírus teve reflexos importantes para a educação paranaense, fazendo a evasão escolar mais que dobrar no estado em meio à crise sanitária. É o que mostra o estudo “Retorno para escola, jornada e pandemia”, divulgado pelo Centro de Políticas Sociais da Fundação Getúlio Vargas, o FGV Social.

Conforme a pesquisa, que utiliza os microdados da PNAD Continua (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua), divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE), em 2019 a taxa de evasão escolar na faixa de 5 a 9 anos de idade estava em 1,29% no Paraná, o que significa que 13 em cada 1.000 crianças nessa faixa etária não frequentavam a escola. Já no terceiro trimestre do ano passado essa taxa chegou a 3,2%. Ou seja, de cada 1.000 crianças com idade entre 5 e 9 anos, 32 estavam fora do ambiente escolar.

Assim sendo, temos um cenário no qual a taxa de evasão escolar teve crescimento de 148% em menos de dois anos. Em outros momentos durante a crise sanitária, no entanto, esses valores chegaram a ser ainda mais expressivos. No último trimestre de 2020, por exemplo, a taxa de evasão escolar alcançou 5,92%. Já no segundo trimestre de 2021, bateu 4,67%.

A metologia sugerida pelos autores (os economistas Marcelo Neri e Manuel Camillo Osorio) considerou o tempo despendido pelos alunos em horas e minutos nas escolas usando dados do PNAD. Atualmente, os índices de evasão se limitam a calcular a presença escolar por número de matrículas registradas.

No Brasil, número de crianças fora da escola praticamente triplicou.

Um outro estudo, divulgado no final do ano passado pela ONG Todos Pela Educação, identificou que a evasão escolar no Brasil praticamente triplicou durante a pandemia, com aumento de 171%. Em 2019 haviam 90 mil crianças com idade de 6 a 14 anos fora da escola, número que saltou para 244 mil no segundo trimestre de 2021. Nesse período, a taxa de jovens nessa faixa etária matriculados caiu quase dois pontos porcentuais, passando de 98% para 96,2%.

Já no ensino médio, onde a evasão costuma ser mais alta por conta de situações como a necessidade de se trabalhar e a maternidade precoce, a taxa de evasão escolar teve queda. Em 2019, 87,7% dos adolescentes estavam nalguma escola, porcentual que em 2021 subiu para 91,3%. Em termos absolutos, são 407,4 mil jovens de 15 a 17 anos fora da escola, sem ter completado o Ensino Médio.

Com informações:Bem Paraná

Mais informações na programação da Rádio Cultura AM 930

 

APOIO

SOBRE

No Portal Cobra News você acompanha as últimas notícias do Paraná, do Brasil e do mundo. Só aqui você encontra informação com credibilidade sobre cultura, política, educação, policial, variedades e muito mais.

Cobra News, a notícia certa!

Sistema Cobra de Comunicação:

NOTÍCIAS

CLUBE DE OFERTAS

FALE CONOSCO

Preencha o formuário abaixo para falar com nossa equipe. Ou se preferir envie sua mensagem via WhatsApp para o número: (43) 99924-1071




© 2020 Cobra News - Todos os direitos reservados.