A Notícia Certa!

Home  ›  Notícias  ›  Policial  ›  Moradora de Rolândia é vítima de golpe do boleto falso em compra pela internet

Moradora de Rolândia é vítima de golpe do boleto falso em compra pela internet

Publicado em: 22 maio 2020

Curta nossa página no Facebook e fique por dentro dos fatos que acontecem em todo Paraná.

Kelly da Silva Alves Mauricio, moradora de Rolândia, foi vítima de um golpe com um boleto falso em uma compra pela internet e teve um prejuízo de mais de R$ 700. Ela entrou em contato com a nossa equipe de reportagem relatando o fato. Segundo Kelly, a compra foi em um site que aparentemente era de uma conhecida rede de lojas, que oferecia uma promoção relâmpago de um celular, por preço abaixo do valor no mercado.

Segundo a consumidora, a compra foi feita no dia 10 de maio, um domingo, e ela pagou o boleto, no valor de R$ 739,95, no dia seguinte pelo aplicativo do banco no qual seu marido tem conta. Kelly forneceu seus dados pessoais e contatos de telefone de e-mail para o site, mas estranhou a demora para a confirmação do pagamento pela loja. Na quarta-feira, dia 13, ela entrou em contato com a loja e foi quando descobriu que havia sido vítima de um golpe.

A moradora de Rolândia registrou um boletim de ocorrência na delegacia e foi orientada pela polícia a entrar em contato com o banco em que ela tem conta, para tentar localizar para onde teria ido o valor creditado por ela para pagar o boleto. No comprovante de pagamento, aparecem o nome e o CPF da pessoa que foi beneficiada com o golpe – o nome dele aparece como pagador. Segundo ela, o banco não pôde estornar o dinheiro que ela pagou. O banco do golpista alega que não pode fornecer dados do cliente por conta do sigilo bancário. Agora, ela procura uma solução judicial para o caso e está indignada com o golpe e o prejuízo que sofreu.

 

 

O boleto falso emitido pelo site em que Kelly realizou a compra era do Banco Original. Em uma pesquisa rápida pela internet, é possível encontrar relatos sobre outros golpes desse tipo e a ação é sempre a mesma – o boleto é emitido em nome do Banco Original e nele consta o CNPJ de uma das filiais da companhia responsável pelo e-commerce da loja na qual Kelly acreditou estar fazendo as compras. No entanto, os boletos para pagamentos das compras e-commerce são emitidos apenas pelo Banco do Brasil, conforme informado pela própria marca em uma publicação na internet.

Fraudes em compras pela internet

O Procon-PR orienta a respeito da credibilidade dos sites de compras. Segundo o órgão, é preciso verificar se não há reclamações da empresa, o que pode ser feito no portal do Procon-PR, www.procon.pr.gov.br, pelo link Cadastro de Reclamações. Vale também pesquisar o nome da empresa nos portais de busca e obter informações com pessoas que já o tenham utilizado.

É necessário observar no site se constam todos os dados do fornecedor e desconfiar se apenas apresenta um telefone celular. O fornecedor deve ter CNPJ, e é possível verificá-lo no site da Receita Federal.

O consumidor deve desconfiar de ofertas espetaculares, promoções imperdíveis e valores muito abaixo do mercado. Outras orientações no site do Procon.

Daiane Valentin

Outras notícias na programação da Rádio Cultura AM 930

APOIO

SOBRE

No Portal Cobra News você acompanha as últimas notícias do Paraná, do Brasil e do mundo. Só aqui você encontra informação com credibilidade sobre cultura, política, educação, policial, variedades e muito mais.

Cobra News, a notícia certa!

Sistema Cobra de Comunicação:

NOTÍCIAS

CLUBE DE OFERTAS

FALE CONOSCO

Preencha o formuário abaixo para falar com nossa equipe. Ou se preferir envie sua mensagem via WhatsApp para o número: (43) 99924-1071




© 2020 Cobra News - Todos os direitos reservados.