A Notícia Certa!

Home  ›  Notícias  ›  Policial  ›  Maringá: Homem é preso suspeito de enviar molho de tomate no lugar de produtos vendidos pela internet

Maringá: Homem é preso suspeito de enviar molho de tomate no lugar de produtos vendidos pela internet

Publicado em: 23 out 2020

Curta nossa página no Facebook e fique por dentro dos fatos que acontecem em todo Paraná.

Um homem foi preso suspeito de enviar molho de tomate no lugar de produtos vendidos pela internet, em Maringá, no norte do Paraná, segundo a Polícia Federal (PF). A prisão foi feita nesta sexta-feira (23).

As investigações apontam que o golpe pode ter gerado prejuízos de R$ 5,5 milhões, de acordo com a polícia.

A PF informou que o homem foi preso em uma agência dos Correios, enquanto enviava produtos. Entre os pacotes, a polícia disse que encontrou celulares sem notas fiscais.

O suspeito é dono da loja virtual, que está hospedada em uma plataforma de compras pela internet, conforme a polícia. A PF e os Correios identificaram 1,3 mil pacotes sem nota fiscal ou declaração de conteúdo em branco.

Segundo a PF, alguns objetos foram inspecionados pela Receita Federal, que encontrou molho de tomate.

Os agentes fizeram ainda buscas na residência do homem, onde encontraram cerca de 200 celulares, além de anabolizantes e eletrônicos.

O suspeito pode responder pelos crimes de estelionato, falsidade ideológica, descaminho de eletrônicos, importação de produtos destinados a fins medicinais de origem ignorada, sonegação fiscal e adulteração de vale-postal, conforme a PF.

Mais informações na programação da Rádio Cultura AM 930

APOIO

SOBRE

No Portal Cobra News você acompanha as últimas notícias do Paraná, do Brasil e do mundo. Só aqui você encontra informação com credibilidade sobre cultura, política, educação, policial, variedades e muito mais.

Cobra News, a notícia certa!

Sistema Cobra de Comunicação:

NOTÍCIAS

CLUBE DE OFERTAS

FALE CONOSCO

Preencha o formuário abaixo para falar com nossa equipe. Ou se preferir envie sua mensagem via WhatsApp para o número: (43) 99924-1071




© 2020 Cobra News - Todos os direitos reservados.