A Notícia Certa!

Home  ›  Notícias  ›  Região  ›  Justiça adia julgamento de pai e avó acusados pela morte de Eduarda Shigematsu

Justiça adia julgamento de pai e avó acusados pela morte de Eduarda Shigematsu

Publicado em: 29 abr 2022

Curta nossa página no Facebook e fique por dentro dos fatos que acontecem em todo Paraná.

A Justiça adiou o julgamento do caso da menina Eduarda nesta quinta-feira (28) durante a audiência de sorteio de jurados.

O magistrado justificou que não será possível realizar o júri popular no dia 26 de maio, pois a defesa do pai de Eduarda, Ricardo Seidi, ainda não apresentou quesitos ao IML para que o juiz defina se o que for apresentado é suficiente para reconstituição do crime.

Ricardo e o avó da menina, Terezinha de Jesus Guinaia, são acusadas pela morte da menina Eduarda na cidade de Rolândia. Ela tinha 11 anos quando desapareceu, no dia 24 de abril de 2019. O corpo foi encontrado quatro dias depois em uma cova nos fundos da casa do pai dela.

Além disso, são 17 testemunhas arroladas e dois interrogatórios dos réus, o que pode arrastar o julgamento por alguns dias. A logística necessita de reserva de hotel, veículos e alimentação para jurados.

A defesa de Ricardo ainda adiantou que primeiro vai apresentar quesitos ao IML e depois que a resposta do IML voltar, a defesa ainda pedirá o desaforamento do júri para que ocorra em outra cidade. Assim, não existe uma nova data definida para o julgamento.

Via:Tarobá News

MAIS INFORMAÇÕES NA RÁDIO COBRA FM 107.1

APOIO

SOBRE

No Portal Cobra News você acompanha as últimas notícias do Paraná, do Brasil e do mundo. Só aqui você encontra informação com credibilidade sobre cultura, política, educação, policial, variedades e muito mais.

Cobra News, a notícia certa!

Sistema Cobra de Comunicação:

NOTÍCIAS

CLUBE DE OFERTAS

FALE CONOSCO

Preencha o formuário abaixo para falar com nossa equipe. Ou se preferir envie sua mensagem via WhatsApp para o número: (43) 99924-1071




© 2020 Cobra News - Todos os direitos reservados.