A Notícia Certa!

Home  ›  Notícias  ›  Paraná  ›  Governo do Paraná prepara novo reajuste ao funcionalismo

Governo do Paraná prepara novo reajuste ao funcionalismo

Publicado em: 4 out 2021

Curta nossa página no Facebook e fique por dentro dos fatos que acontecem em todo Paraná.

Dois anos depois da última vez em que aplicou a data base da reposição salarial do funcionalismo público estadual, o governo Ratinho Júnior prepara novamente uma proposta de reajuste para os servidores paranaenses.

Segundo o líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Hussein Bakri (PSD), o índice deve ser anunciado na semana que vem. De qualquer forma, a proposta de reajuste será feita para entrar em vigor apenas em 2022.

A última vez que o governo propôs a recomposição da inflação para os funcionários do Estado foi em agosto de 2019, antes da pandemia da Covid-19. Na época, Ratinho Jr encaminhou ao Legislativa, e os deputados aprovaram o pagamento reajuste de 5,08% parcelado até 2022.

A proposta previa o pagamento de 2% em janeiro do ano que vem; 1,5% em janeiro de 2021 e mais 1,5% em janeiro de 2022. O pagamento dos dois últimos índices foi condicionado à disponibilidade de caixa do Estado.

Na ocasião, os servidores do Executivo estavam com os salários congelados desde 2016, e diziam acumular perdas de 17%. Eles reivindicavam a reposição de 4,94% relativa à inflação de maio de 2018 a abril de 2019 retroativa a maio de 2019. O governo inicialmente sinalizou que não haveria nenhum reajuste, alegando que os gastos do Estado com pessoal já estariam no limite. Após protestos do funcionalismo em 29 de abril, porém, o Executivo reabriu negociações com os servidores, que não avançaram. Em julho, o governador encaminhou à proposta à Assembleia.

Em janeiro de 2021, porém, Ratinho Jr suspendeu o pagamento das parcelas, já durante a pandemia da Covid, alegando falta de recursos e a proibição de aumento de gastos com pessoal prevista na Lei Mansueto, que estabeleceu regras para a ajuda federal aos estados durante a pandemia da Covid-19. Até então, havia sido pago apenas a primeira parcela, de 2%, em janeiro de 2020. Outras duas parcelas de 1,5% que estavam previstas para serem pagas em janeiro de 2021 e janeiro de 2022 foram suspensas desde então.

Retomada — Em julho último, os deputados aprovaram proposta de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) do Estado para 2022 que manteve o congelamento dos salários, promoções e progressões dos servidores. Na semana passada, durante prestação de contas do governo na Assembleia, o secretário de Estado da Fazenda, Renê Garcia Júnior, afirmou que em quinze dias, o Executivo deve encaminhar à Assembleia um projeto de reajuste. “O governo estuda com bastante celeridade uma reposição salarial do funcionalismo”, confirmo o líder do governo na Casa. “Estamos ainda sob a Lei Mansueto que prevê que qualquer aumento que possa acontecer, a aplicação do reajuste só pode acontecer a partir de janeiro do ano que vem”, explicou ele.

Com informações:Bem Paraná

Mais informações na programação da Rádio Cultura AM 930

APOIO

SOBRE

No Portal Cobra News você acompanha as últimas notícias do Paraná, do Brasil e do mundo. Só aqui você encontra informação com credibilidade sobre cultura, política, educação, policial, variedades e muito mais.

Cobra News, a notícia certa!

Sistema Cobra de Comunicação:

NOTÍCIAS

CLUBE DE OFERTAS

FALE CONOSCO

Preencha o formuário abaixo para falar com nossa equipe. Ou se preferir envie sua mensagem via WhatsApp para o número: (43) 99924-1071




© 2020 Cobra News - Todos os direitos reservados.