A Notícia Certa!

Home  ›  Notícias  ›  Paraná  ›  Escolas particulares do PR propõem retorno das crianças pequenas, mas secretário da Saúde descarta

Escolas particulares do PR propõem retorno das crianças pequenas, mas secretário da Saúde descarta

Publicado em: 29 maio 2020

Curta nossa página no Facebook e fique por dentro dos fatos que acontecem em todo Paraná.

O Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino do Estado Paraná (Sinepe/PR) apresentou um plano de retomada de atividades escolares para alunos da educação infantil no dia 22 de junho e  para anos iniciais do ensino fundamental no dia 29 de junho.

O retorno, segundo o plano, seria para filhos de pais que trabalham em serviços essenciais. “Apresentamos o plano, considerando o fato de que ainda não se possui experiência segura e comprovada, no Brasil ou em qualquer outro local do planeta, da melhor forma de equilibrar as variáveis envolvidas, inclusive se as crianças estariam mais seguras no ambiente escolar, onde seguiriam protocolos de saúde e de cuidados para se evitar contágio com outras crianças e adultos, do que com avós e cuidadoras em ambiente residencial, visto que a retomada econômica retirará gradualmente das residências pais e mães que outrora se encarregavam desse cuidado”, diz o Sinepe na justificativa do plano.

O secretário de Estado de Saúde, Beto Preto, no entanto, adiantou, em entrevista ao telejornal Boa Noite Paraná, da RPC, que neste momento da pandemia, onde os casos de Covid-19 estão em crescimento, o retorno das aulas está descartado. “Não é o momento para pensar nisso”, afirmou ele. Tanto Preto quanto o governador Carlos Massa Ratinho Jr, têm afirmado que as aulas só devem retornar em agosto, tanto nas rede pública quanto na privada.

Entre as medidas propostas, estão o fluxo controlado de entrada e saída dos alunos e colaboradores, com medição de temperatura e higienização de sapatos em tapete com solução de hipoclorito  de sódio, além da obrigatoriedade do uso de máscara e higienização de mochilas dos alunos. Na sala de aula, o Sinepe prevê o distanciamento das carteiras conforme determinação da Secretaria da Saúde, será colocado alcool em gel 70% na porta de entrada de cada sala e  será destinado um espaço para a guarda do material de cada aluno. Segundo a proposta, o horário do lanche será feito dentro da própria sala de aula e cada aluno deverá trazer seu próprio lanche.

O uso dos banheiros será controlado pela equipe de colaboradores na entrada e saída do aluno, com orientação de higienização das mãos. A hora do recreio será de forma escalonada e respeitando os espaços e distanciamento necessário com o uso de máscara, respeitando os protocolos de saúde, com atividades pedagógicas recreativas como contação de estórias, teatro, roda de conversa, no sentido de impedir contatos entre os alunos ou em uma mesma supefície. Questionada no telejornal Boa Noite Paraná, da RPC, se seria possível garantir que crianças tão pequenas seguissem as normas de prevenção do coronavírus, a presidente do Sinepe, Esther Cristina Pereira, disse; “Vai ser difícil, mas vamos conseguir”.

As cidades que já protocolaram o pedido foram: Candói, Carambeí, Cascavel, Curitiba, Foz do Iguaçu, Guarapuava, Guaratuba, Marechal Cândido Rondon, Pato Branco, Palmeira, Palotina, Pinhais, Pinhão, Piraquara, Ponta Grossa, Toledo e São José dos Pinhais.

Pesquisa com os pais – O Sinepe-PR iniciou uma pesquisa para ouvir o que os pais da rede de ensino privado pensam sobre o retorno das aulas presenciais e os impactos da crise da Covid-19 na vida escolar dos alunos. O questionário “Cenário da Educação no Paraná em tempos de pandemia” apresenta 13 perguntas optativas que têm como objetivo traçar um panorama da educação particular no Paraná, após dois meses de ensino remoto. A previsão é concluir a pesquisa até o dia 12 de junho.

As perguntas têm como foco saber o que os pais têm achado da qualidade do ensino remoto, para quando esperam o regresso as aulas e, também, se sentiriam à vontade para enviar os filhos com as medidas de distanciamento social. “Queremos saber o que os nossos pais pensam sobre o retorno das aulas presenciais.

Essa pesquisa será feita pela rede privada em todo Brasil, com o apoio da Fenep (Federação Nacional das Escolas Particulares)”, informa a presidente do Sinepe/PR, Esther Cristina Pereira. A pesquisa será enviada aos responsáveis dos alunos em parceria com as instituições associadas ao Sinepe/PR em todo o estado e também será divulgada por meio das redes sociais do sindicato. A previsão é anunciar o resultado na segunda quinzena de junho.

Para acessar a pesquisa: https://bit.ly/36sagZI.

PUC retorna aulas para 150 formandos – A Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) anunciou na quarta (27) o retorno das aulas presenciais em Curitiba na próxima segunda (1) para 150 formandos de oito cursos:  Agronomia, Engenharia Florestal, Farmácia, Gastronomia, Psicologia, Odontologia, Engenharia Mecânica e Engenharia de Produção. As aulas presenciais na universidade estavam suspensas desde 19 de março por causa da pandemia de coronavírus.

” Mesmo em um curto período, a Universidade conseguiu adaptar-se com excelência à nova realidade imposta pela pandemia e seguirá desta forma até que a situação de saúde pública esteja controlada, preservando a vida de estudantes, colaboradores e suas famílias”, garante a universidade, em comunicado. A PUCPR também garante que não há previsão para a retorno das atividades presenciais para todos os 16 mil alunos da instituição.

Fonte:Bem Paraná

Essas e outras informações na nossa programação Rádio Cultura AM 930

APOIO

SOBRE

No Portal Cobra News você acompanha as últimas notícias do Paraná, do Brasil e do mundo. Só aqui você encontra informação com credibilidade sobre cultura, política, educação, policial, variedades e muito mais.

Cobra News, a notícia certa!

Sistema Cobra de Comunicação:

NOTÍCIAS

CLUBE DE OFERTAS

FALE CONOSCO

Preencha o formuário abaixo para falar com nossa equipe. Ou se preferir envie sua mensagem via WhatsApp para o número: (43) 99924-1071




© 2020 Cobra News - Todos os direitos reservados.