O Portal do Norte do Paraná
Mundo

Cloroquina agrava casos de coronavírus e pode causar mortes, diz Oxford

A Universidade de Oxford, no Reino Unido, vinculou o agravamento e morte de infectados pelo novo coronavírus com o uso da hidroxicloroquina através de um estudo preliminar com mais de 1.500 infectados. O resultado da análise foi publicado pela instituição, que integra a corrida atrás de uma vacina contra o vírus, na última quarta-feira (15). As informações são da Revista Exame.

Os pesquisadores compararam 1.561 pacientes que receberam a cloroquina como medicamento e 3.155 que tiveram o tratamento-padrão para a Covid-19.

Dos mais de 1.500 que tomaram o remédio, 26,8% morreram em uma média de 28 dias – porcentagem um pouco menor para o segundo grupo, de 25%.

Via Banda B

Foto: AEN

Saiba mais na programação da Rádio Cultura AM 930

Postagens relacionadas

Chile enfrenta maior revolta social das últimas décadas

Ray Reyes, ex-integrante do grupo Menudo, morre aos 51 anos

ChatGPT: entenda mais sobre a ferramenta online que escreve qualquer texto

Cobra News (User)

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia mais