A Notícia Certa!

Home  ›  Notícias  ›  Paraná  ›  CCJ da Alep aprova texto do pacote de medidas para alterar previdência estadual no Paraná

CCJ da Alep aprova texto do pacote de medidas para alterar previdência estadual no Paraná

Publicado em: 21 nov 2019

Curta nossa página no Facebook e fique por dentro dos fatos que acontecem em todo Paraná.

A proposta de novas regras para a previdência dos servidores estaduais do Paraná foi aprovada pela Comissão de Constituição, Cidadania e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), ontem (20).

Na segunda-feira (25), os partidos e blocos da assembleia devem indicar representantes para uma comissão especial que irá analisar a proposta, além de eventuais emendas apresentadas pelos deputados.

O assunto foi apresentado na Casa pela Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 16/2019 e em nos projetos de lei 855 e 856, ambos de 2019. Na CCj, foram oito votos favoráveis e um contrário.

Na reforma da previdência enviada à Alep, o Governo do Paraná propõe regras parecidas com as que foram aprovadas e promulgadas pelo Congresso Nacional.

O pacote de mudanças do Paraná prevê idade mínima para aposentadoria dos servidores estaduais: de 62 anos para mulheres e de 65 para homens, com pelo menos 25 anos de contribuição.

Conforme a proposta, a alíquota de contribuição dos servidores deve aumentar de 11% para 14%, a mesma que é cobrada de servidores federais.

A proposta também estabelece um teto para o valor das aposentadorias para quem entrar no serviço público após a aprovação das novas regras. Em caso de aprovação, para este grupo, o benefício não poderá ser maior que R$ 5,8 mil reais, que é o mesmo limite do regime geral da Previdência no Brasil.

Com o pacote, o governo afirma que pretende diminuir um rombo na previdência do estado, que neste ano deve passar de R$ 6 bilhões de reais.

Nesta quarta-feira, deputados de oposição criticaram o pacote do governo estadual que, segundo eles, ainda precisa resolver a situação de outros fundos previdenciários.

“O mais importante é sabermos se, nesse déficit, está incluído também, por exemplo, o fundo militar. O fundo militar foi criado sem nenhum lastro, tem déficit permanente”, afirmou o deputado Tadeu Veneri (PT).

De acordo com dados do governo, os 125 mil aposentados e pensionistas do estado custam, atualmente, cerca de R$ 800 milhões por mês.

Sem a reforma, de acordo com o Executivo, a previsão é que a despesa ultrapasse R$ 9 bilhões por ano. Com as mudanças propostas, o deficit deve cair para R$ 2,5 bilhões, de acordo com a administração estadual.

Informações G1 Paraná

Foto: Orlando Kissner/Alep

Outras notícias na programação da Rádio Cultura AM 930

APOIO

SOBRE

No Portal Cobra News você acompanha as últimas notícias do Paraná, do Brasil e do mundo. Só aqui você encontra informação com credibilidade sobre cultura, política, educação, policial, variedades e muito mais.

Cobra News, a notícia certa!

Sistema Cobra de Comunicação:

NOTÍCIAS

CLUBE DE OFERTAS

FALE CONOSCO

Preencha o formuário abaixo para falar com nossa equipe. Ou se preferir envie sua mensagem via WhatsApp para o número: (43) 99924-1071




© 2020 Cobra News - Todos os direitos reservados.