A Notícia Certa!

Home  ›  Notícias  ›  Policial  ›  Cambé: Professora é acusada de ter ofendido criança Haitiana em escola

Cambé: Professora é acusada de ter ofendido criança Haitiana em escola

Publicado em: 2 out 2021

Curta nossa página no Facebook e fique por dentro dos fatos que acontecem em todo Paraná.

A denuncia foi feita por pais de alunos da Escola Municipal Padre Symphoriano Kopf, segundo informações uma criança Haitiana estava na fila do lanche quando a zeladora da escola chamou a atenção da criança para que respeitasse a fila, momento que a professora teria gritado com a criança: “Você precisa respeitar (a fila) , você veio da África ,aqui é o Brasil!”

A atitude da professora pode ser classificada como Xenofobia, Literalmente, a palavra xenofobia significa “medo do estranho”, sendo a junção de duas palavras gregas. Ou seja, a xenofobia é o medo, aversão e antipatia com pessoas de outros países, culturas, hábitos ou religiões diferentes. Assim, a xenofobia gera a hostilidade com pessoas estrangeiras.

Ainda que seja tão comum no país e nem sempre punidos adequadamente, atos de xenofobia são crimes. O comportamento tem uma tipificação especial conhecida como Lei do Racismo, a Lei nº 7.716/1989. De acordo com ela, “serão punidos os crimes de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional”. Assim, a xenofobia passou a ser crime com pena de um a três anos de reclusão e multa.

A Secretaria de Educação de Cambé (SEMED) ao tomar conhecimento do fato vem agindo de forma exemplar na condução e apuração dos fatos, e emitiu a seguinte nota ao Portal Cambé, leia abaixo:

Nota do SEMED
A direção compareceu na SEMED acompanhada da zeladora que estava no momento e de um funcionário da Escola que presenciou o ocorrido, inclusive o mesmo que interviu na atitude da professora.
Foi realizada uma reunião com o Departamento Pedagógica e os envolvidos da escola para apuração dos fatos. Tudo foi registrado em ata e devido à ausência da professora no dia de hoje , ficou acordado que na segunda-feira (04/10) haverá nova reunião com a direção, com ela na SEMED.
Vale ressaltar que a equipe da corregedoria esteve na SEMED orientou os encaminhamentos para a equipe.
Em síntese do exposto pelo funcionário envolvido no momento do ocorrido, a frase pronunciada pela professora ao repreender o aluno por desobediências foi, “Você precisa respeitar (a fila) , você veio da África ,aqui é o Brasil!”.
Ressalto que a zeladora somente presenciou o ocorrido.
As decisões por ora da Secretaria Municipal de Educação foram:

  • Encaminhamento do processo à Corregedoria do município para averiguação dos fatos;
  • Afastamento da professora de seu local de trabalho.

A Secretária de Educação de Cambé Estela Camata ressaltou que a SEMED trabalha no acolhimento destas crianças e acredita se tratar de um caso isolado.

Mais informações na programação da Rádio Cultura AM 930

(Via Portal Cambé)

APOIO

SOBRE

No Portal Cobra News você acompanha as últimas notícias do Paraná, do Brasil e do mundo. Só aqui você encontra informação com credibilidade sobre cultura, política, educação, policial, variedades e muito mais.

Cobra News, a notícia certa!

Sistema Cobra de Comunicação:

NOTÍCIAS

CLUBE DE OFERTAS

FALE CONOSCO

Preencha o formuário abaixo para falar com nossa equipe. Ou se preferir envie sua mensagem via WhatsApp para o número: (43) 99924-1071




© 2020 Cobra News - Todos os direitos reservados.