A Notícia Certa!

Home  ›  Notícias  ›  Mundo  ›  Brasileiro é primeiro infectado por varíola dos macacos na Alemanha

Brasileiro é primeiro infectado por varíola dos macacos na Alemanha

Publicado em: 21 maio 2022

Curta nossa página no Facebook e fique por dentro dos fatos que acontecem em todo Paraná.

A Alemanha registrou seu primeiro caso de varíola dos macacos, informou nesta sexta-feira (20) o Instituto de Microbiologia da Bundeswehr, as Forças Armadas alemãs. O vírus foi detectado nesta quinta-feira (19) num brasileiro de 26 anos.

Ele chegou à Alemanha após viagem com origem em Portugal, passando pela Espanha, e estava havia uma semana em Munique, no sul do país, aonde chegou depois de passagens por Düsseldorf e Frankfurt.

O paciente teria apresentado erupções cutâneas, um dos sintomas característicos da doença. O brasileiro está em isolamento numa clínica na cidade.

Em comunicado, a instituição ressalta que as autoridades sanitárias da Europa e da América do Norte vêm detectando um número crescente de casos de varíola dos macacos desde o início de março, o que suscita receios de que a doença, habitualmente presente apenas em algumas regiões da África, esteja se alastrando.

Contágio por contato prolongado

A varíola dos macacos não é de fácil transmissão. O vírus é transmitido por meio de contato direito com animais ou humanos infectados ou com roupas e objetos de infectados, por meio da mordida de animais que carregam o vírus ou consumo destes e por gotículas respiratórias – porém, neste caso, é necessário um contato pessoal prolongando.

Homens que tiveram relações sexuais com parceiros do mesmo sexo são maioria entre os infectados recentemente. Especialistas britânicos, porém, afirmam que ainda não há evidências suficientes para provar que a varíola dos macacos também é transmitida sexualmente.

A varíola de macaco foi registrada em humanos pela primeira vez em 1970 na República Democrática do Congo. Casos isolados surgiram em outros países africanos. Em 2003, uma infecção por esse vírus foi identificada nos Estados Unidos, e, em 2018, outras duas no Reino Unido e Israel. Desde então, nenhum caso havia sido registrado fora do continente africano.

Com informações:G1

MAIS INFORMAÇÕES NA RÁDIO COBRA FM 107.1

APOIO

SOBRE

No Portal Cobra News você acompanha as últimas notícias do Paraná, do Brasil e do mundo. Só aqui você encontra informação com credibilidade sobre cultura, política, educação, policial, variedades e muito mais.

Cobra News, a notícia certa!

Sistema Cobra de Comunicação:

NOTÍCIAS

CLUBE DE OFERTAS

FALE CONOSCO

Preencha o formuário abaixo para falar com nossa equipe. Ou se preferir envie sua mensagem via WhatsApp para o número: (43) 99924-1071




© 2020 Cobra News - Todos os direitos reservados.