A Notícia Certa!

Home  ›  Notícias  ›  Brasil  ›  Auxílio emergencial: governo adia novamente anúncio das datas de pagamento

Auxílio emergencial: governo adia novamente anúncio das datas de pagamento

Publicado em: 9 maio 2020

Curta nossa página no Facebook e fique por dentro dos fatos que acontecem em todo Paraná.

Os brasileiros vão passar o fim de semana ainda sem saber quando terão acesso à segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600, que já está atrasada há mais de dez dias. Isso porque o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, não cumpriu a promessa de anunciar ainda nesta semana as próximas datas de pagamento do benefício. Ele alegou que o anúncio agora será feito pelo presidente Jair Bolsonaro e provavelmente só no início da semana que vem.

Onyx passou toda a semana afirmando que esse cronograma de pagamentos seria apresentado até esta sexta-feira (08/05). Afinal, o início dos depósitos da segunda parcela estava previsto para começar no último dia 27 e o governo chegou até a anunciar a antecipação desse pagamento para o dia 23. Depois, contudo, voltou atrás.

Onyx alegou que era preciso liberar um crédito extra para o programa, já que o número de beneficiários superou as expectativas do governo. O crédito, porém, logo foi liberado por Bolsonaro, que ainda disse não ter autorizado a antecipação do pagamento.

Nesta sexta, contudo, o ministro da Cidadania não fez nenhum anúncio.

Ao contrário, disse, em entrevista ao programa de Datena, que o anúncio das datas de pagamento da segunda parcela agora estão a cargo do presidente Bolsonaro. “Vai ser anunciado pelo presidente, ou no final de semana ou no início da semana, as datas de pagamento da segunda parcela”, disse Onyx, ao ser questionado sobre o assunto por Datena.

Nem ele, nem o Ministério da Cidadania explicaram o motivo do atraso.A Caixa Econômica Federal, que é a responsável pela operacionalização do pagamento, contudo, tem defendido que essa segunda parcela seja paga de uma forma diferente.

Para evitar a formação de novas filas nas agências bancárias, a Caixa defende que os saques sejam espaçados. Ou seja, com um intervalo entre cada grupo de pagamentos. Os grupos devem ser definidos, por sinal, de acordo com o mês de nascimento de cada trabalhador.

 Fonte:Correio Braziliense

Essas e outras informações na nossa programação Rádio Cultura AM 930

APOIO

SOBRE

No Portal Cobra News você acompanha as últimas notícias do Paraná, do Brasil e do mundo. Só aqui você encontra informação com credibilidade sobre cultura, política, educação, policial, variedades e muito mais.

Cobra News, a notícia certa!

Sistema Cobra de Comunicação:

NOTÍCIAS

CLUBE DE OFERTAS

FALE CONOSCO

Preencha o formuário abaixo para falar com nossa equipe. Ou se preferir envie sua mensagem via WhatsApp para o número: (43) 99924-1071




© 2020 Cobra News - Todos os direitos reservados.